DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Medicina da Bahia >
Programa de Pós-Graduação em Saúde, Ambiente e Trabalho (PPGSAT) >
Dissertações de Mestrado (PPGSAT) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/31706

Title: Milhas e milhas distante... Um estudo sobre a saúde do trabalhador militar embarcado em navios operativos da marinha do Brasil
Authors: Ramos, Ana Carolina Nascimento de Albuquerque
???metadata.dc.contributor.advisor???: Pena, Paulo Gilvane Lopes
Keywords: Doença;Vida Social;Marinha do Brasil;Militares;Saúde;Confinamento
Issue Date: 1-Apr-2020
Abstract: Esta pesquisa, de caráter qualitativo, foi realizada com o objetivo de compreender o processo de trabalho dos militares que servem a bordo de navios operativos da Marinha do Brasil e seus impactos na saúde e na vida social. A abordagem metodológica seguiu duas etapas: a realização de entrevistas e a pesquisa documental. Em relação aos impactos na saúde, dentre as dificuldades apresentadas as que mais se destacaram foram a cinetose e o mal do desembarque devido às condições do mar, os riscos de acidentes, a habitabilidade do navio, a ausência da família e a rotina cansativa. Os militares embarcados sinalizaram também como pontos negativos relacionados à saúde, o ambiente insalubre, as atividades de risco, a inalação de gases dos combustíveis, o contato com solventes, os ruídos do navio, o ambiente tenso e o transporte de pesos. Em relação ao acometimento de doenças, dos 15 militares entrevistados 2 relataram ter perda de audição; 2, hérnias de disco; e 2, distúrbios musculoesqueléticos. Além desse grupo, somente em um navio identificaram-se quatro militares que precisaram se afastar das atividades operativas por comprometimento da saúde mental, destacando-se os episódios depressivos e os transtornos mentais e comportamentais devido ao uso do álcool. A pesquisa confirmou importantes impactos na vida social dos militares, caracterizados principalmente pelas ausências em eventos sociais domésticos, simbolicamente importantes, e pela escassa comunicação com o meio social mais amplo, que gera dificuldade em manter amigos de infância ou mesmo a aproximação com pessoas que não fazem parte do ambiente de Marinha; isto se deve à intensa rotina de trabalho em uma instituição totalizante. O estudo apontou que esse fato pode trazer prejuízos, como sentimentos de perda da identidade social, isolamento e inutilidade, num período sensível de suas vidas - a aposentadoria - quando esses sujeitos retornam à convivência mais intensa com a família e com a sociedade mais ampla. O presente estudo não pretende esgotar essa discussão, mas apenas evidenciar a importância dos assuntos nele apresentados e discutidos. Espera-se que as questões aqui levantadas ensejem novos esforços científicos sobre a temática, o que poderá contribuir para o planejamento, a execução e o aprimoramento de projetos voltados ao pessoal embarcado.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/31706
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGSAT)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação final - Ana Carolina Nascimento de Albuquerque Ramos.pdf1.4 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA