DSpace

RI UFBA >
Instituto de Geociências >
Programa de Pós-Graduação em Geoquímica: Petróleo e Meio Ambiente (POSPETRO) >
Dissertações de Mestrado (POSPETRO) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/31700

Title: Paleoambiente deposicional de folhelhos de seção neodevoniana da formação pimenteiras, borda oeste da Bacia do Parnaíba
Authors: Abreu, Neila Caldas
???metadata.dc.contributor.advisor???: Garcia, Karina Santos
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Andrade, Consuelo Lima Navarro de
Keywords: Geoquímica orgânica;Bacia do Parnaíba;Palinofácies;Paleoambiente deposicional;Período Devoniano;Organic geochemistry;Parnaiba Basin;Palynofacies;Depositional paleoenvironment;Devonian Period
Issue Date: 31-Mar-2020
Abstract: A Bacia Sedimentar do Parnaíba está situada no nordeste brasileiro em maior proporção e ocupa aproximadamente 600.000 Km²,possui uma espessura de coluna sedimentar que atinge cerca de 3.500 m e está distribuído pelos estados do Piauí, Maranhão, Pará, Tocantins, Bahia e Ceará. Das suas formações, o grande destaque é a Formação Pimenteiras, quefoi depositadadurante sucessivas transgressões e regressões marinhasdurante o devoniano. Durante a deposição dessa formação na idade do Frasniano,houve o evento deanoxía global através deuma grandeinundação marinha e um período de extinção em massa na Terra. Opresente trabalho tempor objetivodescrever o paleoambiente deposicionaldefolhelhos de seção Neodevonianada Formação Pimenteiras na borda Oeste da Bacia do Parnaíba.A coleta das amostras foi realizada no município Aparecida do Rio Negro (TO), em afloramentos ao longo da rodovia, onde haviafolhelhos negros e um possível contato entre as Formações de Pimenteirase Cabeça. A caracterização do ambiente deposicional por geoquímica e palinofácies, permitiram avaliar as condições deposicionais com tendências proximais ao longo da seção estudada.Os resultados do índice de carbono orgânico total (COT: 0,21 –2,43%)demonstram baixo a alto potencial de geração de hidrocarbonetos. Os dados da pirólise Rock-Eval sugerem pouca ou nenhuma geração natural e também imaturidade térmica, apresentando um baixo teor de hidrocarbonetos livres (S1) e baixos valores de Tmáx. Os valores de S2 indicaram baixo potencial de hidrocarboneto.Os resultados das leituras dos 300 componentes orgânicos em lâminas palinológicas das amostras de folhelhos, apresentam os principais gruposdematéria orgânica: Palinomorfos, Fitoclastos e Matéria Orgânica Amorfa (MOA). Algumas amostras resultaram de deposição em um ambiente com alto potencial de preservação e baixa energia com grande quantidade de MOA, porém com ambiente óxico. Outras amostras apresentaramambientes próximos a fontes terrestres, com maior presença de esporos e fitoclastos. Um grande número de prasinófitapertencentes aos gêneros Pterospermella, Cymatiosphaera, Durvenaysphaera, Leiosperidia, Tasmanites, Hemiruptia e Maranhitesforam identificados, indicandoque houveingressão marinha,afirmando um período de grandes inundações.A análise dos isótopos de carbono orgânico (δ13C) apresentaramvalores que variaram entre -25,9 a -29,5 valores característicos ora de ambiente marinho, ora de ambiente terrestre. Os biomarcadores saturados com distribuição dos esteranos regulares C27-C28-C29, também sugerem uma alternância no “input” da matéria orgânica, contudo, predominantemente terrestre
The Parnaiba Sedimentary Basin is inthe northeast of Brazil in greater proportion and occupies approximately 600,000 Km², has a sedimentary column thickness reaches about 3,500m and isdistributed by the states of Piauí, Maranhão, Pará, Tocantins, Bahia and Ceará. From its formations, the great highlight is the Pimenteiras formation, which was deposited during successive transgressions and marine regressions during the Devonian. During the deposition of this formation in the age of Frasniano, there was the global Anoxia event through a large marine flood and a period of mass extinction on Earth. The objective of this work is to describe the depositional paleoenvironment of shins of the Neo Devonian section of the Pimenteiras Formation on the western edge of the Parnaiba basin.The samples were collected in the city of Aparecida do Rio Negro (TO), in outcrops along the highway, where there were black shins and a possible contact between the pepper and head formations. The characterization of the depositional environment by Geochemistry and Palynofacies allowed the evaluation of the demarcations conditions with proximal tendencies along the studied section.The results of the total organic Carbon index (TOC: 0.21 –2,43%) claim low to high potential of hydrocarbon generation. Data from rock-eval pyrolysis suggest little or no natural generation and also thermal immaturity, presenting a low free hydrocarbon content (S1) and low Tmax values. S2 values indicated low hydrocarbon potential.The results of the readings of the 300 organiccomponents in palynological slides of the samples of the shales, present the main groups of organic matter: palynomorphs, phyoclasts and amorphous organic matter (MOA). Some samples resulted from deposition in an environment with high preservation potential and low energy with a large amount of MOA, but with an oxic environment. Other samples showed environments near terrestrial sources, with greater presence of spores and phyoclasts. A large number of prasinophytesbelonging to the genera Pterospermella,Cymatiosphaera, Durvenaysphaera, Leiosperidia, Tasmanites , Hemiruptia andMaranhiteswere identified, indicating that there was a marine joining, affirming a period of major floods.The analysis of the isotopesof organic carbon(δ13C) showed values ranging from -25.9 to -29.5 characteristic values of the marine environment, sometimes of terrestrial environment. The saturated biomarkers with distribution of the regular sternan C27-C28-C29, also suggest an alternation in the "input" of organic matter, however, predominantly Terrestrial land.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/31700
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (POSPETRO)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTA_Neila Caldas 05.11.19.pdf4.32 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA