DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Educação >
Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) >
Teses de Doutorado (PPGE) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/31688

Title: O estágio em psicologia escolar e educacional em uma perspectiva crítica: contribuições de supervisoras na formação de psicólogas
Authors: Teles, Liliane Alves da Luz
???metadata.dc.contributor.advisor???: Viégas, Lygia de Sousa
Keywords: Psicologia Escolar e Educacional;Formação de psicólogas;Estágio supervisionado;Perspectiva Crítica;School and Educational Psychology;Psychologist Training;Supervised Internship;Critical Perspective
Issue Date: 17-Mar-2020
Abstract: Esta pesquisa tem por objetivo analisar as contribuições de supervisoras de estágio em Psicologia Escolar e Educacional em uma Perspectiva Crítica na formação de psicólogas. Partimos do pressuposto de que o estágio é um espaço de unidade, por possibilitar uma prática fundamentada numa teoria em confronto com a realidade, numa relação dialética que as interrelaciona, recriando-as no cotidiano. Desse modo, entendemos que o estágio é um espaço-tempo-experiência que possibilita a interlocução entre a teoria e a prática contribuindo para redimensionar a práxis envolvida na produção de conhecimento e na construção de uma identidade epistemológica, ética e política da profissão. A Perspectiva Crítica em Psicologia Escolar, referência que trabalhamos, possibilitou compreender as determinações históricas e culturais das concepções produzidas no campo científico sobre o fracasso escolar. Seu avanço, do ponto da produção de conhecimento e da atuação profissional no campo da Psicologia Escolar e Educacional, se constituiu como uma ruptura no modo de compreender os fenômenos escolares e repensar o próprio papel da Psicologia. A partir dessa compreensão, nosso estudo buscou compreender concepções e práticas desenvolvidas pelas supervisoras de estágio; discutir os atravessamentos ético-políticos que emergem da experiência de supervisão a partir da triangulação supervisor – estagiários – campo de estágio no decorrer das atividades e; analisar elementos de criticidade que considerem aspectos singulares e coletivos que marcam essas experiências. Para tal, entrevistamos cinco supervisoras de estágio em Psicologia Escolar e Educacional, considerando o aporte da Perspectiva Crítica como referência. Da análise derivada das entrevistas pudemos identificar a importância do estágio para a formação do futuro profissional, tanto do ponto de vista da superação da atividade instrumental e no processo de ressignificação de saberes, sendo indissociável a teoria e a prática. O estágio possibilita que futuros profissionais se apropriem da compreensão da complexidade de práticas institucionais, culturais, históricas e políticas que fazem parte do contexto no qual as ações se desenvolvem. As experiências dos supervisores apontam para o compromisso ético com o contexto no qual as atividades acontecem, sobretudo, uma reflexão aprofundada dos efeitos da presença dos estagiários e suas intervenções considerando os desafios e perspectivas que se relacionam à constituição da Psicologia Escolar. As análises dialogam ainda com problematizações relacionadas à política de ensino superior e as condições de trabalho do supervisor, a partir da necessidade de sustentar um projeto de profissão no qual a formação, seja ela pública ou privada, possa ter como fundamento a criticidade em relação às demandas psicossociais frente à sociedade contemporânea.
ABSTRACTS: This research aims to analyze the contributions of internship supervisors in School and Educational Psychology in a Critical Perspective in the instruction of psychologists. We start from the assumption that the internship is a space of unity, because it allows a practice based on a theory in confrontation with reality, in a dialectical relation that associates them, recreating them in daily life. This way, we understand that the internship is a space-timeexperience that allows the interlocution between theory and practice, contributing to redimension the praxis involved in the production of knowledge and in the construction of an epistemological, ethical and political identity of the profession. The Critical Perspective on School Psychology, the reference we have worked with, has made it possible to understand the historical and cultural determinations of the conceptions produced in the scientific field about school failure. Its advance, from the point of production of knowledge and professional activity in the field of School and Educational Psychology, was constituted as a rupture in the way of understanding school phenomena and rethinking the main role of Psychology. From this understanding, our study sought to understand the conceptions and practices developed by the internship supervisors; discuss the ethical-political breakthroughs that emerge from the supervisory experience from the triangulation supervisor - trainees - internship field in the course of the activities; and analyze elements of criticality that consider singular and collective aspects that mark these experiences. Therefore, we interviewed five supervisors of internship in School and Educational Psychology, considering the contribution of the Critical Perspective as a reference. From the analysis derived from the interviews we were able to identify the importance of the internship for the formation of the professional future, both from the point of view of overcoming the instrumental activity and in the process of resignification of knowledge, being indivisible from theory and practice. The internship enables future professionals to appropriate the understanding of the complexity of institutional, cultural, historical, and political practices that are part of the context in which actions are developed. The supervisors’ experiences point to the ethical commitment to the context in which the activities take place, especially, an in-depth reflection of the effects of the trainees’ presence and their interventions, considering the challenges and perspectives that are related to the constitution of School Psychology. The analyzes also deal with problematizations related to the higher education policy and the working conditions of the supervisor, based on the need to sustain a project of profession in which the training, whether public or private, can be based on criticality in relation to psycho-social demands of our contemporary society.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/31688
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PPGE)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
O ESTÁGIO EM PSICOLOGIA ESCOLAR E EDUCACIONAL EM UMA PERSPECTIVA CRÍTICA_LILIANE.pdf2.14 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA