DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Educação >
Programa de Pós-Graduação em Ensino, Filosofia e História das Ciências (PPGEFHC) >
Teses de Doutorado (PPGEFHC) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/31477

Title: J. J. Seabra e o higienismo à la carte: um estudo descritivo e analítico sobre as relações que forjaram a construção da modernidade conservadora baiana (1912-1924)
Authors: Silva, Carlos Ailton da Conceição
???metadata.dc.contributor.advisor???: Arteaga, Juan Manuel Sánchez
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Pinto, Fernanda Rebelo
Keywords: História;Tradição;Poder;Cultura;Ciência;Discurso médico-higienista;Depuração social
Issue Date: 14-Feb-2020
Abstract: A difícil instalação da República na Bahia durante toda a primeira fase de vigência do novo sistema político (1889-1930) era a principal evidência de que, por estas terras, existia um tipo de ator social extremamente arraigado aos elementos da velha tradição política. Eram aqueles sujeitos que, ao longo da história da formação local, forjaram um tipo de status e papel, tendo nas investiduras do poder a longevidade e garantia do prestígio e dos privilégios de classe em favor dos grupos dominantes da terra. Entretanto, o fim da escravidão e a vigência dos princípios do republicanismo liberal impuseram àqueles velhos potentados uma nova condição de lugar que passaria pela completa reestruturação material e sociopolítica do Estado. É a partir daí que este trabalho buscou descrever e analisar a dinâmica que permitiu a construção de uma modernidade conservadora embasada nos princípios da ciência à época, especialmente dos discursos higienistas produzidos pelos médicos, a legitimação ideológica necessária à constituição de uma biopolítica de controle sobre a sociedade local, com o objetivo de reinserir todos, ricos e pobres, brancos, negros e mestiços, nos espaços sociais da cidade da Bahia, através de um conjunto de ações de Estado no âmbito da saúde e do urbanismo que visavam a construção de sociabilidades marcadas pelos sentidos da convivência depurada entre 1912 e 1924, período que a Bahia e sua cidade sofriam as influências do dirigismo político seabrista.
The difficult installation of the Republic in Bahia throughout the first phase of the new political system (1889-1930) was the main evidence that, on these lands, there was a kind of social actor deeply rooted in the elements of the old political tradition. These were the subjects who throughout the history of local formation had forged a kind of status and role having in the endowments of power the longevity and guarantee of prestige and class privileges in favor of the ruling groups of the land. However, the end of slavery and the observance of the principles of liberal republicanism imposed on those old potentates a new condition of place that would undergo the complete material and socio-political restructuring of the state. It is from this point that this work intends to describe and analyze the dynamics that allowed the construction of a conservative modernity based on the principles of science at the time, especially the hygienist discourses produced by doctors, the ideological legitimation necessary for the constitution of a biopolitics of control over science. local society with the objective of reintegrating all, rich and poor, whites, blacks and mestizos in the social spaces of the city of Bahia through a set of state actions in the health and urbanism that aimed at the construction of sociability marked by the purified senses of coexistence between 1912 and 1924, a period in which the state of Bahia and its city suffered the influences of seabrista political leadership.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/31477
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PPGEFHC)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
J. J. SEABRA E O HIGIENISMO À LA CARTE UM ESTUDO DESCRITIVO E ANALÍTICO SOBRE AS RELAÇÕES QUE FORJARAM A CONSTRUÇÃO DA MODERNIDADE CONSERVADORA BAIANA (1912-1924).pdf4.45 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA