DSpace

RI UFBA >
Escola de Medicina Veterinária e Zootecnia >
Programa de Pós-Graduação em Zootecnia (PPGZOO) >
Dissertações de Mestrado (PPGZOO) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/31041

Title: IDENTIFICAÇÃO DE POLIMORFISMOS NO GENE MyoD1 E ASSOCIAÇÃO COM CARACTERÍSTICAS DE DESEMPENHO E CARCAÇA EM OVINOS SANTA INÊS
Authors: Melo Filho, Geraldo Magalhães
???metadata.dc.contributor.advisor???: Pinto, Luís Fernando Batista
Keywords: Miogênese;Marcadores moleculares;Ovelhas;SNPs
Issue Date: 10-Dec-2019
Abstract: O objetivo desse trabalho foi identificar polimorfismos no gene MyoD1 e testar a associação dos polimorfismos encontrados com características de desempenho e de carcaça em ovinos Santa Inês. A amostra contemplou 96 animais da raça Santa Inês, os quais foram avaliados para as características de peso ao nascimento e com 30, 60, 90, 112 (à desmama) e 240 dias de idade, além da área de olho do músculo Longissimus dorsi, a espessura de gordura subcutânea e o marmoreio obtidos à desmama (112 dias) e aos 240 dias de idade in vivo por ultrassonografia entre a 12a e 13a costelas. Após coleta de sangue de cada animal, foi extraído DNA para realização do sequenciamento do gene MyoD1. Foram identificadas 19 mutações, das quais cinco se mostraram potenciais marcadores genéticos para este gene, por terem boa distribuição de frequências dos genótipos. Para os Marcadores 1, 7 e 8 foram detectadas seis associações (P<0,05) com as características de espessura de gordura subcutânea aos 240 dias de idade, peso vivo aos 60, 90 e 112 dias de idade, ganho de peso do nascimento ao desmame e marmoreio ao desmame. O genótipo GG foi o que proporcionou os maiores valores médios para as características nos três marcadores. Os alelos mais frequentes foram o G para o Marcador 1, o T para o Marcador 7 e o alelo A para o Marcador 8. Portanto, com exceção do Marcador 1, os alelos favoráveis para as características supracitadas tem frequência reduzida na população estudada. Outro fator a se destacar é que as características aqui estudadas apresentaram elevados coeficientes de variação e, em alguns casos, os modelos de análise de variância apresentaram valores de R² moderados. Portanto, para estas características o estudo sugere aumentar o tamanho da amostra para melhor testar o efeito destes marcadores para as características aqui estudadas. Aumentar o tamanho da amostra também pode ser útil para avaliar os 14 marcadores que tiveram uma distribuição de frequência que impediu o teste de associação. Também recomenda-se testar a associação dos cinco marcadores aqui encontrados com outras características de interesse econômico em ovinos.
This study aimed to find polymorphisms on MyoD1 gene and testing association of the polymorphisms with performance and carcass traits in Santa Ines lambs. A sample of 96 lambs were evaluated for weights at 1, 30, 60, 90, 112 (weaning) and 240 days of age, besides measured for rib eye area, backfat thickness and marbling of Longissimus dorsi muscle at 112 and 240 days of age, in vivo by ultrasound between the 12th e 13th ribs. One blood sample by animal was used for DNA extraction and to sequence the MyoD1 gene. Nineteen mutations were identified, but only five mutations had good distribution of the genotype classes for association test studies. For the markers 1, 7, and 8 were detected six associations (P<0.05) with backfat thichness at 240 days of age, body weight at 60, 90 and 112 days of age, weight gain from birth to weaning, and marbling at weaning. The GG genotype showed largest measured for all traits, in the three markers. The G, T and A alleles were most frequent for markers 1, 7 and 8, respectively. Thus, except for the marker 1, the favorable alleles are found in reduced frequency in Santa Ines breed. Another important factor is that the coefficients of variation, for several traits, ranged from moderate to large level. In this case, the coefficients of determination ranged from moderate to low magnitude. Therefore, the study suggested that it is necessary more animals to better evaluate the five markers for the traits studied here. Improve the number of animals also can be useful for studying the 14 markers that were not tested. Association tests must carried out for five markers found here with other important economic traits for ovine.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/31041
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGZOO)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
12 - GERALDO MAGALHÃES MELO FILHO.pdf744.97 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA