DSpace

RI UFBA >
Instituto de Letras >
Programa de Pós-graduação em Letras e Lingüística (PPGLL até 2010) >
Teses de Doutorado (PPGLL) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/28993

Title: (Re) invenções contemporâneas do “gênio inventor”: o traço das oposições em adaptações fílmicas de Macbeth
Authors: Brilhante, Lucyana do Amaral
???metadata.dc.contributor.advisor???: Ramos, Elizabeth Santos
Keywords: Shakespeare, William, 1564-1616. Macbeth;Cinema e literatura;Tradução e interpretação;Semiótica;Adaptações para o cinema;Tradução intersemiótica;Literature;Cinema;Intersemiotic translation
Issue Date: 26-Mar-2019
Abstract: Esta tese tem por objetivo analisar quatro traduções fílmicas contemporâneas do texto dramático Macbeth, de William Shakespeare: Scotland, P.A. (2001), dirigido por Billy Morrissette; Macbeth (2005), uma produção para o projeto da BBC Shakespea-ReTold, dirigido por Mark Brozel; Maqbool (2004), filme indiano dirigido por Vishal Bhardwaj e Macbeth (2006), produção australiana dirigida por Geoffrey Wright. De acordo com diversos críticos, a obra shakespeariana enfatiza, notadamente, a expressão simultânea de sentimentos e valores opostos, por meio da linguagem e de uma série de imagens evocadas pelo texto. Assim, nossa análise das adaptações de Macbeth verifica como as reescrituras contemporâneas da obra shakespeariana (re)significam esse traço das contraposições. Nosso referencial teórico funda-se nos conceitos de reescritura (Andre Lefevere), dialogismo (Mikhail Bakhtin), intertextualidade (Julia Kristeva) e transtextualidade (Gérard Genette). Ao longo da tese, defendemos a percepção da adaptação fílmica como um processo tradutório e, nessa perspectiva, destacamos a importância do contexto na produção dos significados. Afinal, se não existe texto estável e independente das interposições do contexto em que ele se inscreve, não se pode compreender a tradução como uma atividade de mera transposição de significados fixos. Nossa análise da tradução de Macbeth não se edifica, portanto, na necessidade de vincular as adaptações ao texto de partida a partir de relações especulares. Ao contrário, nosso intuito é perceber que sentidos, ou novas significações, foram gerados no processo tradutório. Nossa pesquisa enfatiza, ainda, as relações intertextuais estabelecidas entre a peça shakespeariana, as adaptações fílmicas que compõem o corpus da tese e diversas outras obras com as quais dialogam.
This thesis aims at analyzing four contemporary screen translations of the play Macbeth by William Shakespeare: Scotland, P.A., directed by Billy Morrissette, Macbeth, a BBC production as part of the project Shakespea-ReTold, directed by Mark Brozel, Maqbool, an Indian film directed by Vishal Bhardwaj, and Macbeth, an Australian production directed by Geoffrey Wright. According to various scholars, the play deals mainly with the simultaneous expression of opposing values and feelings, by means of the language used and a number of images evoked by the text. Hence, the analysis of the filmic adaptations proposed herein verifies how contemporary rewritings of the Shakespearean play resignify the trace of the contrapositions. The theoretical background is based on the concepts of rewriting (Andre Lefevere), dialogism (Mikhail Bakhtin), intertextuality (Julia Kristeva) and transtextuality (Gérard Genette). We consider the perception of the film adaptation as a translational process. In this perspective, we highlight the importance of the context in the production of meanings. Once there is no text detached from the context from which it stems, it is impossible to characterize translation as an activity of mere transposition of definite meanings. Thus, our analysis of Macbeth’s filmic translations will not relate them to the source text by means of the idea of fidelity. On the contrary, we intend to observe the new meanings that were (re)created throughout the translation process. Our research also emphasizes the intertextual relations established between the Shakespearian play, the filmic translations of the dissertation corpus and various texts they dialogue with.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/28993
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PPGLL)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TESE Brilhante, Lucyana do Maral.pdf12.49 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA