DSpace

RI UFBA >
Instituto de Letras >
Pós-Graduação em Literatura e Cultura (PPGLITCULT) >
Dissertações de Mestrado (PPGLITCULT) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/28711

Title: ESCRITA CRIVADA DE MUTILÂNCIA(S): A VOZ POÉTICA FEMININA NEGRA NA PRODUÇÃO LITERÁRIA DE RITA SANTANA
Authors: Paixão, Cristiane Santos de Souza
???metadata.dc.contributor.advisor???: Souza, Florentina da Silva
Keywords: Literatura afrofeminina;Santana, Rita;Identidades;Memórias;Erotismo
Issue Date: 21-Feb-2019
Abstract: A dissertação intitulada Escrita Crivada de Mutilância(s): A Voz Poética Feminina Negra na Produção Literária de Rita Santana propõe-se analisar como a escritora Rita Santana representa o sujeito poético feminino negro e as estratégias utilizadas para representá-lo nos livros de poemas Tratado das Veias (2006) e Alforrias (2012). O primeiro, contemplado pela seleção da Fundação Cultural do Estado da Bahia e publicado pelo selo As Letras da Bahia, é composto por setenta poemas; o segundo, publicado pela Editus – Editora da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), reúne vinte e oito poemas, e a sua segunda reimpressão em 2016 foi feita pela mesma editora. Para desenvolvimento deste estudo, privilegiou-se uma análise embasada em fundamentação teórica interdisciplinar, enfocando os estudos literários, de cultura e afrodescendência. Após análise crítica-interpretativa dos poemas, constatamos que as vozes poéticas femininas negras apresentam desenhos de outros perfis na literatura brasileira, destoam das representações comumente presentes em textos literários considerados hegemônicos. Além disso, essas vozes reivindicam outros espaços de atuação para as mulheres negras, reagem a todo instante contra os lugares (pré)estabelecidos, (re)constroem outros modos de representação de si, de suas identidades, memórias e sexualidade. Ademais, expõem denúncias à discriminação de gênero, racial, como também o silenciamento e a invisibilidade vivenciada pelas escritoras negras.
The dissertation entitled Escrita Crivada de Mutilância(s): A Voz Poética Feminina Negra na Produção Literária de Rita Santana proposes to analyze how the writer, Rita Santana, represents the black feminine poetic subject and the strategies used to represent it in the poem books Tratado das Veias (2006) and Alforrias (2012). The first book, Tratado das Veias (2006), contemplated by the selection of the Fundação Cultural do Estado da Bahia and published by As Letras da Bahia, is composed of seventy poems. The second book, Alforrias (2012), published by Editus – Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) publishing house, gathers twenty-eight poems. This research was focused on an analysis based on an interdisciplinary theoretical foundation, focusing on literary studies, culture and afrodescendence. After a critical-interpretive analysis of the poems we found that the poetic voices of black women present images of other profiles in Brazilian literature, disregarding the representations commonly found in hegemonic literary texts. In her texts, Rita Santana presents a strong feminine position, especially the black feminine. The poetic voice claims other spaces of action for black women, presents reactions against (pre) established places, and (re) builds other modes of self representation, identity, memory and sexuality. In addition, they denounce gender and racial discrimination, as well as the silencing and invisibility experienced by black women writers.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/28711
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGLITCULT)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissetação Versão final - entregue na pós-graduação ok (2).pdf1.24 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA