DSpace

RI UFBA >
Instituto de Letras >
Pós-Graduação em Literatura e Cultura (PPGLITCULT) >
Dissertações de Mestrado (PPGLITCULT) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/28679

Title: ALIX ESTÁ AUSENTE
Authors: Rodriguez, Maria Dolores Sosin
???metadata.dc.contributor.advisor???: Santos, Lívia Maria Natália de
Keywords: Roubaud, Jacques;Poesia;Teoria da lírica;Crítica biográfica;Luto
Issue Date: 21-Feb-2019
Abstract: Esta dissertação é a construção de um percurso sobre a obra Algo: preto (2005), de Jacques Roubaud, a partir das leituras que o livro sugere sobre a dicção do poeta lírico na contemporaneidade e as ressonâncias que são encontras nos desdobramentos da crítica biográfica e do que ela representa para a teoria literária. Nesse sentido, e levando em consideração que o livro foi escrito em decorrência da morte da esposa do autor, Alix Cléo, este trabalho desenvolve articulações sobre esse ser ausente e que é remontado no livro por meio de uma virtualidade, tensionando para a concepção de um sujeito lírico que se constrói, por meio do texto literário, e em fricção e contaminação com o sujeito empírico, na formação de uma temporalidade poética que ordena outras discursividades a respeito da concepção de uma memória. Articulando essa cena, buscando compreender a ordem instaurada por Eros e Tânatos, o texto poético se organiza no sentido de criar um universo que interroga as demarcações de um texto que está entre a poesia e a autobiografia e de uma teoria que precisa abranger as particularidades de uma voz que se anuncia em um contexto que motiva o debate sobre as regularidades da teoria literária e do cânone, dando passagem para a interpretação de um conhecimento que se erige levando em conta a potência de uma experiência. Desarticulando as estruturas e interrogando uma centralidade e uma origem, o livro fulgura como a possibilidade de desierarquização das formas e dos discursos que está sendo demandada, aqui, por um saber investigativo que problematiza a relação complexa entre obra e autor.
This dissertation is the construction of a course on Jacques Roubaud's book Something: black (2005), based on the book's readings on the lyric poet's diction in contemporaneity and the resonances that are found in the unfolding of biographical critique and of what it represents for literary theory. In this sense, and taking into consideration that the book was written as a result of the death of the author's wife, Alix Cléo, this work develops articulations about this absent being and is reassembled in the book through a virtuality, straining for the conception of a a lyrical subject that is constructed, through the literary text, and in friction and contamination with the empirical subject, in the formation of a poetic temporality that orders other discursividades regarding the conception of a memory. Articulating this scene, seeking to understand the order established by Eros and Thanatos, the poetic text is organized in the sense of creating a universe that interrogates the demarcations of a text that is between poetry and autobiography and of a theory that needs to cover the peculiarities of a voice that announces itself in a context that motivates the debate on the regularities of literary theory and the canon, giving way to the interpretation of a knowledge that is built taking into account the power of an experience. By dismantling the structures and interrogating a centrality and an origin, the book shines as the possibility of desierarquization of forms and discourses that is being demanded, here, by an investigative knowledge that problematizes the complex relation between work and author.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/28679
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGLITCULT)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO - Maria Dolores Sosin Rodriguez.pdf1.05 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA