DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Comunicação >
Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas >
Análise de Produtos e Linguagens da Cultura Mediática >
Teses de Doutorado (Pós-Com_Análise de Produtos...) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/28509

Title: A Netflix no Campo de Produção de Séries Televisivas e a Construção Narrativa de Arrested Development
Authors: Santos, Maira Bianchini dos
???metadata.dc.contributor.advisor???: Souza, Maria Carmem Jacob de
Keywords: Arrested Development;campo de produção de séries televisivas;Netflix;séries ficcionais televisivas
Issue Date: 30-Jan-2019
Abstract: A presente tese tem como objetivo compreender de que forma a homologia estrutural entre as disposições e os desejos de tomada de posição por parte dos gestores do portal de televisão distribuída pela internet Netflix e da equipe criativa da série de comédia Arrested Development, no momento histórico do início dos anos 2010 no campo de produção de séries televisivas estadunidenses, permitiram a manutenção e a exacerbação do caráter inovador e experimental da série na construção narrativa dos episódios de sua quarta temporada, lançados integralmente no serviço de streaming de vídeo online em 2013. A construção do efeito cômico do quarto ano da série, por meio de alternações temporais e da fragmentação narrativa, foi idealizada, por exemplo, tendo em vista a possibilidade de consumo contínuo dos 15 episódios por parte do público – o fenômeno binge-watching, característico do modelo de distribuição da Netflix. Tal decisão resultou em uma radicalização da construção da serialidade e do design em quebracabeças da narrativa. Para analisar esse processo, utilizamos o repertório teórico de Pierre Bourdieu, especialmente os apontamentos do sociólogo em As Regras da Arte (1996), de modo a compreender a atuação da Netflix no processo de produção de Arrested Development através da ideia de que a produção de séries constitui um campo que implica um espaço social de tomadas de posição (tanto criativas quanto gerenciais) pelos principais agentes envolvidos – particularmente, os executivos de desenvolvimento de programação original das empresas e os showrunners, roteiristas-chefes e produtores-executivos responsáveis pelas equipes criativas que trabalham nessas séries. Operacionalizada junto com a perspectiva de estilo de Baxandall (2006) e de Bordwell (2008), a abordagem de Bourdieu nos permitiu construir um arcabouço teórico-metodológico que contribui para a superação do antagonismo que divide as pesquisas acadêmicas entre aquelas que examinam a autoria dos produtos culturais focadas somente na forma e no conteúdo, ou seja, nos aspectos poéticos da obra, e as que compreendem as relações entre as condições contextuais de produção das séries por parte das empresas produtoras e distribuidoras, os processos de criação executados pelas equipes criativas envolvidas com as séries e as instâncias de reconhecimento destas experiências. Portanto, o referencial bourdieusiano instiga a análise relacional das duas instâncias – da produção e da obra – em uma visão compreensiva da série, dos agentes envolvidos (das organizações produtoras e dos criadores), segundo as lógicas específicas em disputa no cenário social, econômico e midiático em que estão inseridos. No caso do estudo da produção de Arrested Development comissionada pela Netflix, investigamos o posicionamento do portal de televisão distribuída pela internet (Lotz, 2017) e sua trajetória no mercado de distribuição de audiovisual licenciado, bem como o momento em que a empresa se insere no campo de produção seriada televisiva, ao investir em séries no formato televisivo para circulação exclusiva por meio da internet. Exploramos também o contexto concorrencial do campo que permite compreender as escolhas dos gestores da organização de investirem em programação original, bem como o papel do gerenciamento da Netflix ao assumir riscos e se posicionar como lugar de liberdade e de autonomia criativa em seus investimentos iniciais, em 2013 – posicionamento essencial para a compreensão das tomadas de posição do showrunner Mitch Hurwitz no desenvolvimento narrativo inovador e experimental da quarta temporada de Arrested Development.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/28509
Appears in Collections:Teses de Doutorado (Pós-Com_Análise de Produtos...)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese Maíra Bianchini - Depósito (1).pdf3.34 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA