DSpace

RI UFBA >
Instituto de Geociências >
Trabalhos de Conclusão de Curso – TCC (OCEANOGRAFIA) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/27792

Title: O papel da oceanografia na gestão portuária: caso do Porto de Aratu e sua relação com as comunidades de Ilha de Maré
Authors: Sousa, Priscilla Karen de
???metadata.dc.contributor.advisor???: Accioly, Miguel da Costa
Keywords: Gestão Portuária;Porto de Aratu;Ilha de Maré;Golden Miller;Oceanografia;Saúde
Issue Date: 23-Oct-2018
Abstract: Associado ao Sistema Portuário, que foi implantado para facilitar o fluxo de bens materiais entre os continentes e contribuir para o desenvolvimento e a globalização, temos os impactos ambientais e os riscos de acidentes. Os portos são instalados em áreas provedoras de recursos, usadas para diversas atividades como a pesca que serve de subsistência para as comunidades pesqueiras e quilombolas. Mesmo existindo normas e órgãos que se preocupam com a minimização dos impactos, estes ainda acontecem devido a falta de gestão portuária adequada. Diante disso, este trabalho objetiva avaliar o papel de características oceanográficas na dispersão dos poluentes do Porto de Aratu sobre os danos relatados à saúde em Ilha de Maré. Para isso, foi preciso fazer um levantamento bibliográfico dos estudos de circulação oceânica e atmosférica do entorno, bem como a identificação das principais substâncias transportadas e armazenadas no porto de Aratu. Mostrando assim, como as comunidades estão vulneráveis devido a exposição a todo o complexo portuário e industrial. Para minimizar os impactos é necessário utilizar modelos atmosféricos e oceânicos integrados que levem em consideração a dispersão da partícula no ar ou na água, pois os modelos existentes não são suficientes para solucionar os problemas relatados pelas comunidades da Ilha de Maré. O tráfego de navios é muito intenso no interior da BTS e a contaminação atmosférica e vazamento de óleo tornam-se uma grande fonte de poluição e de riscos de acidentes. A porção norte da Baía de Todos os Santos apresenta um alto potencial para o acúmulo de partículas favorecendo tanto a retenção de nutrientes como de contaminantes. A Ilha de Maré recebe todo essa poluição proveniente do Porto de Aratu e acabam sofrendo diversos problemas de saúde. Essa vulnerabilidade é evidenciada no caso da explosão do Navio Golden Miller, que gerou um impacto direto ao ambiente e às comunidades que vivem na Ilha.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/27792
Appears in Collections:Trabalhos de Conclusão de Curso – TCC (OCEANOGRAFIA)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Monografia_Priscilla_Karenl.pdf3.61 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA