DSpace

RI UFBA >
Instituto de Química >
Programa de Pós-Graduação em Química >
Teses de Doutorado (POSQUIMICA) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/27778

Title: Determinação de metais migrados para o alimento preparado em panelas de barro empregando técnicas espectrométricas atômicas.
Authors: Chagas, Manoel Pinheiro
???metadata.dc.contributor.advisor???: Teixeira, Leonardo Sena Gomes
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Falcão, Alailson Dantas
Keywords: Alimentos - contaminação;Metais;Panela de barro;Chumbo
Issue Date: 23-Oct-2018
Abstract: O preparo de alimentos em utensílios de diversos materiais pode ser uma forma importante de aportar metais para o organismo. O principal objetivo deste estudo foi determinar metais e avaliar a migração dos mesmos em alimentos preparados em panelas de barro. Cu, Fe, Ni, Zn, Mn, Ca, Pb e Cd foram determinados em panelas de barro produzidas em diferentes regiões do Brasil, utilizando o método ASTM C738. Ácidos orgânicos (acético, lático e cítrico) foram utilizados para a avaliação da lixiviação dos metais em panelas de barro, submetidas a diferentes temperaturas, utilizando espectrometria de absorção atômica com chama (F AAS) e espectrometria de emissão óptica com plasma acoplado indutivamente (ICP OES). A migração de chumbo (Pb) em moqueca de peixe, preparada em panelas de barro produzidas na comunidade de Maragogipinho, Bahia, foi determinada por ICP OES ou por espectrometria de massas com plasma indutivamente acoplado (ICP-MS). Panelas de barro produzidas em algumas cidades liberaram Fe e Mn em concentrações relevantes (25,05 e 3,66 mg L-1, respectivamente) quando comparado aos valores de ingestão diária recomendada (IDR) para cada elemento químico. Panelas de barro produzidas na comunidade de Maragogipinho, quando impermeabilizadas com produto à base de Pb (“vidrado”), apresentaram níveis de Pb superiores aos regulamentados pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), variando de 5878 a 30326 mg L-1. Amostras da moqueca preparadas em panelas de barro com vidrado, adicionadas ou não de azeite de dendê e leite de coco, foram retiradas em diferentes tempos (logo após o cozimento, 6 e 24h após o cozimento), foram digeridas em forno micro-ondas e o Pb foi determinado. Houve aumento do Pb migrado para o alimento preparado com azeite de dendê e leite de coco (de 6,56 para 25,0 mg kg -1), quando comparado à moqueca sem esses ingredientes (de 4,67 para 10,9 mg kg-1). As concentrações de Pb foram mais altas nas amostras com maior tempo de armazenamento do alimento na mesma panela que foi feito o cozimento da moqueca. A presença de Pb em panelas de barro com vidrado, produzidas na cidade de Maragogipinho, representa um risco elevado de intoxicação para o homem e aponta para um grave fator de exposição os produtores das panelas (exposição ocupacional), para consumidores e habitantes do local de produção, além de ser um importante problema socioeconômico.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/27778
Appears in Collections:Teses de Doutorado (POSQUIMICA)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese VERSÃO FINAL.pdf1.43 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA