DSpace

RI UFBA >
Instituto de Geociências >
Trabalhos de Conclusão de Curso – TCC (OCEANOGRAFIA) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/27693

Title: Avaliação da sorção dos HPAS na formação de OSA em ambiente de praia simulado
Authors: Andrade, Igor Oliveira da Silva
???metadata.dc.contributor.advisor???: Oliveira, Olívia Maria Cordeiro de
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Reyes, Claudia Yolanda
Keywords: Agregados Óleo - Material Particulado em Suspensão;Hidrocarbonetos Policíclicos Aromáticos;Remediação
Issue Date: 15-Oct-2018
Abstract: O presente estudo analisou a utilização do Agregado Óleo-Material Particulado em Suspensão (OSA) como dispersante em praias arenosas contaminadas por petróleo em ambiente simulado, utilizando como referência os hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPAs) presentes no óleo. Foram realizadas duas simulações, uma sem adição de sedimento fino (silte + argila) e a outra com a adição desses sedimentos para promover o aumento da formação de OSA. Essas simulações foram montadas tendo como referência a praia de Mar Moreno (município de Belmonte), onde foram coletados os sedimentos de praia. Os sedimentos finos foram coletados no estuário do rio Una (município homônimo). Esses municípios estão localizados na região do Extremo Sul da Bahia próximos à localização offshore, onde se iniciam esforços exploratórios da indústria petrolífera na bacia do Jequitinhonha, nos blocos BM-J-2 e BM-J-3 e, com isso, esses locais passam a correr risco de sofrer impactados por derramamento de petróleo. A sorção dos HPAs no material particulado em suspensão agregado ao óleo foi avaliada por 21 dias. A simulação em que foi adicionado os sedimento finos apresentou níveis até seis vezes maiores de HPAs presentes no OSA do que na simulação sem adição de sedimentos finos. As maiores concentrações de HPA foram encontradas no OSA de flutuabilidade positiva. Ocorreu a degradação dos HPAs principalmente a fração dos que possuem baixo peso molecular. Na água, a fração dissolvida dos HPAs ficaram abaixo do limite de detecção. O modelo mostrou que há potencial para o uso do OSA como dispersante na remediação de praias arenosas, no entanto, devem ser considerados parâmetros locais como hidrodinâmica local e tipo de MPS, além das características do óleo derramado para garantir uma dispersão offshore para o OSA.
The present study analyzed the use of the Oil Suspended Material Particulate Aggregates (OSA) as a dispersant for oiled sandy beaches in a simulated environment using the polycyclic aromatic hydrocarbons (PAHs) present in the oil as reference. Two simulations were run, the first without the addition of fine sediment (silt + clay) and the other with the addition of these sediments to promote increased formation of OSA. These simulations were set with reference to the Mar Moreno beach (Belmonte), where the beach sediments were collected, and fine sediments were collected in the estuary of the Una river. These places are located in the extreme south region of Bahia near the offshore location where has begun some exploratory efforts of the oil industry in the Jequitinhonha basin, in BM-J-2 and BM-J-3 blocks and thus these sites are now at risk of being impacted by oil spills. The sorption of PAHs in the particulate material added to the oil suspension was evaluated for 21 days. The simulation that was added fine sediment showed levels up to six times larger PAHs concentrations in OSA than in the simulation without the addition of fine sediments. The highest concentrations of PAH were found in the positively buoyant OSA. Degradation of PAHs were observed mainly in the fraction of lighter molecular weight. In water, the dissolved fraction of PAHs were below the detection limit. The model showed that there is some potential for the use of OSA as a remediation dispersant at sandy beaches, however, should be considered local parameters and local hydrodynamics and type of the particulate suspended materials in addition to the characteristics of the oil spill to ensure offshore dispersion for OSA.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/27693
Appears in Collections:Trabalhos de Conclusão de Curso – TCC (OCEANOGRAFIA)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Monografia_Igor_Andrade.pdf2.1 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA