DSpace

RI UFBA >
Instituto de Geociências >
Trabalhos de Conclusão de Curso – TCC (OCEANOGRAFIA) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/27605

Title: Avaliação da biodisponibilidade de metais em sedimentos estuarinos
Authors: Souza, Gabriel Cotrim de
???metadata.dc.contributor.advisor???: Hatje, Vanessa
Keywords: Metais traço;Biodisponibilidade;Matrizes ambientais;Assembléias bentônicas
Issue Date: 3-Oct-2018
Abstract: O presente trabalho avaliou o potencial de lixiviação de várias soluções extratoras (EDTA 0,05 mol L-1 por 1 hora e HCl 1,0 mol L-1 por períodos de 30 min., 4 e 12 horas) visando determinar a biodisponibilidade de metais traço em sedimentos estuarinos. Foram amostradas 15 estações nos principais tributários (Jaguaripe, Subaé e Paraguaçu) da Baía de Todos os Santos, BA, Brasil. Em cada estação, foram coletadas amostras de sedimento para determinação de metais traços e estrutura de comunidade bentônica. Os testes de lixiviação foram realizados na fração fina (< 63 μm) e na fração total do sedimento. Os elementos traço foram determinados por ICP OES. Os dados de metais foram transformados usando log (x+1) e, posteriormente, foram realizadas análises de componentes principais (PCA), bem como, foram construídas matrizes utilizando distância Euclidiana. Os dados da macrofauna bentônica foram agrupados em fauna bruta, somente poliquetas e guildas alimentares dos poliquetas. Para os dados da macrofauna bentônica foram construídas matrizes de similaridade Bray-Curtis. As matrizes de dados bióticos e abióticos foram correlacionadas utilizando Spearman. As extrações com as soluções de HCl e EDTA se mostraram bastante complexas, no entanto, para grande maioria dos metais a eficiência da extração com HCl foi superior a extração com EDTA. Dentre as lixiviações avaliadas, os resultados obtidos com o EDTA e com HCl (0,5h e 12h) para a fração total dos sedimentos apresentaram as maiores correlações com a fauna bruta (p < 0,05). As correlações obtidas entre as extrações e os agrupamentos de poliquetas e guildas foram pouco significativas. Para a extração com HCl 30 min na fração total do sedimento, entretanto, essas correlações apresentaram p < 0,05. A fração total do sedimento refletiu melhor as condições ambientais determinantes na estrutura das assembléias bentônicas e, com isso, forneceu uma melhor indicação da biodisponibilidade de metais nos sedimentos.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/27605
Appears in Collections:Trabalhos de Conclusão de Curso – TCC (OCEANOGRAFIA)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Monografia_Gabriel_Cotrim.pdf935.96 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA