DSpace

RI UFBA >
Instituto de Geociências >
Pós-Graduação em Geofísica (PGEOF) >
Dissertações de Mestrado (PGEOF) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/27130

Title: Atenuação de multiplas associadas a derrames de diabásio na Bacia do Solimões utilizando a Transformada Radon Parabólica e a Deconvolução Preditiva Multicanal
Authors: Souza, Misael Possidonio
???metadata.dc.contributor.advisor???: Porsani, Milton José
Keywords: Derrames de Diabásio;Bacia do Solimões;Transformada Radon Parabólica;Deconvolução Preditiva Multicanal
Issue Date: 29-Aug-2018
Abstract: Apesar da situação atual da exploração de petróleo, a pesquisa em bacias de nova fronteira, como por exemplo a Bacia do Solimões, será ainda tema de muitas discussões no futuro, dado o sucesso da exploração nas décadas 1970 com a descoberta de campos de gás. A geologia desta bacia ´e caracterizada por significantes volumes de magma, as soleiras de diabásio, que podem ser vistas em toda seção empilhada como refletores com forte amplitude e baixa frequência. As soleiras de diabásio agem como uma barreira para a energia sísmica, reduzindo a qualidade do imageamento. As camadas de diabásio criam m´múltiplas de superfície e internas, como também muitas reverberações, como consequência da propagação das ondas, dificultando o processamento de dados. Neste trabalho, para melhorar a qualidade das seções empilhadas, propomos, dentro do fluxograma de processamento, a atenuação de m´múltiplas através da Deconvolução Preditiva Multicanal e da Transformada Radon Parabólica, ambas já amplamente utilizadas na indústria. Este estudo foi realizado primeiramente em dados sintéticos para testar a metodologia, e depois em dados reais cedidos pela Agencia Nacional do Petróleo (ANP). O fluxograma de processamento convencional foi aplicado utilizando o Seisspace/ProMax para implementar a Transformada Radon Parabólica, e Seismic Unix juntamente com sub-rotinas em Fortran 90 para implementação da Deconvolução, disponíveis no CPGG/UFBA. Foram obtidos resultados satisfatórios com a metodologia utilizada e melhorias na qualidade das seções sísmicas empilhadas foram também observadas.
Despite the current unfavorable scenario for oil research, exploration in new basins such as the Solimões basin will still be the subject of many discussions in the future, given the success of exploration in the 1970s, with the discovery of commercial gas elds. The geology of this basin is characterized by signi cant volumes of magma which are the diabase sills that can be seen in a stacked section associated to reflectors of strong amplitude and low frequency. The diabase sills act as a kind of barrier to seismic energy, reducing the imaging quality underneath the diabase sills. In addition, surface multiple reflections, internal multiples and reverberations are generated, as a consequence of wave propagation phenomena, turning the seismic data processing more di cult. In this work, we propose inside the seismic processing ow, the application of multiple attenuation technique such as Multi-channel Predictive Deconvolution and Parabolic Radon Transform, both techniques are well-known by the industry. This study was rstly performed in synthetic data to test the methodology, and after in real data set provided by the ANP (Petroleum National Agency) as a research support. Conventional seissmic processing ow was performed using the Seisspace/ProMax 2D for Parabolic Radon Filtering and Seismic Unix package and Fortran 90 subrotine for Deconvolution implementation available in UFBA. Good results were obtained with the methodology used and quality in seismic staked sections improvements were also noticed.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/27130
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PGEOF)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação Misael - Versão Corrigida.pdf12.41 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA