DSpace

RI UFBA >
Instituto de Saúde Coletiva - ISC >
Artigos Publicados em Periódicos Nacionais (ISC) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/26841

Title: Sujeitos da antítese e os desafios da práxis da Reforma Sanitária Brasileira.
Authors: Paim, Jairnilson Silva
Keywords: Política de saúde;Sistema Único de Saúde;Revolução passiva;Movimento da Reforma Sanitária;Reforma dos serviços de saúde
Issue Date: Sep-2017
Abstract: O conceito de revolução passiva tem sido utilizado como recurso para a análise da Reforma Sanitária Brasileira (RSB). Pode ser considerado, também, como um critério para que sujeitos desequilibrem o binômio conservação-mudança. O artigo tem como objetivo discutir os conceitos de sujeitos da práxis e de sujeitos da antítese para a análise da RSB. Ao considerar a conjuntura atual, o estudo procura caracterizar distintos sujeitos que transitam por projetos em disputa na saúde. Conclui chamando atenção para o fato de a RSB se apresentar até o presente como uma reforma parcial, o que não significa anular as possibilidades de os sujeitos da antítese conduzirem o seu processo para uma reforma mais ampla.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/26841
ISSN: 2358-2898
Appears in Collections:Artigos Publicados em Periódicos Nacionais (ISC)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Paim, J. 3. 2017.pdf123.42 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA