DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Comunicação >
Trabalhos de Conclusão de Curso – TCC (Jornalismo) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/26743

Title: Tesouraria dos Quadrinhos: Análise da Adaptação de Contos do Cargueiro Negro em Watchmen - The Ultimate Cut
Authors: Maia, Marcos Vinícius Costa Barreto
???metadata.dc.contributor.advisor???: Souza, Maria Carmem Jacob de
Keywords: Cinema;Narrativa Sequencial;Adaptação;Watchmen;Zack Snyder;Alan Moore;The Ultimate Cut;Os Contos do Cargueiro Negro
Issue Date: 31-Jul-2018
Abstract: Esta monografia analisa o terceiro corte da adaptação cinematográfica homônima da Graphic Novel "Watchmen", lançada por Alan Moore e Dave Gibbons de setembro de 1986 a setembro de 1987. Dirigida por Zack Snyder em 2009, a versão intitulada "Watchmen - The Ultimate Cut" foi escolhida por incluir "Os Contos do Cargueiro Negro", metanarrativa que integra a história em quadrinhos, servindo como metáfora e comentário da narrativa principal, além de acrescentar uma discussão sobre como funciona o processo criativo da indústria das HQs. Assim, partindo do princípio de que por trás de um texto fílmico existe um autor, que no caso de Synder demonstra um interesse recorrente em adaptações de super-heróis, e considerando a complexidade de Contos do Cargueiro Negro, este trabalho se dedica a olhar para Watchmen, para a carreira de Alan Moore e também para as próprias particularidades do conto em questão, a fim de compreender os desafios impostos ao cineasta nessa adaptação.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/26743
Appears in Collections:Trabalhos de Conclusão de Curso – TCC (Jornalismo)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TESOURARIA DOS QUADRINHOS ANÁLISE DA ADAPTAÇÃO DE CONTOS DO CARGUEIRO NEGRO EM WATCHMEN – THE ULTIMATE CUT.docx5.86 MBMicrosoft Word XMLView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA