DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Educação >
Programa de Pós-Graduação em Ensino, Filosofia e História das Ciências (PPGEFHC) >
Teses de Doutorado (PPGEFHC) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/26732

Title: As equações químicas sob a ótica de futuros professores: contribuições para a formação inicial
Authors: Jesus, Edmundo Itamar Nonato de
???metadata.dc.contributor.advisor???: Silva, José Luis de Paula Barros
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Melo González, Isadora
Keywords: Modelos;Formação Inicial;Ensino de Química;Equação Química
Issue Date: 30-Jul-2018
Abstract: A equação química é uma ferramenta mobilizada ao longo de quase toda a formação inicial e pode ser considerada como um ponto central para onde conflui grande parte dos conceitos trabalhados nas aulas de Química. Tamanha importância, no entanto, parece ser negligenciada em sala de aula em função de sua utilização tácita e meramente algorítmica. Como resultado, os(as) estudantes memorizam e aplicam o algorítmo de forma mecânica, sem perceber que estão lidando com um modelo. Como modelo da reação química, a equação pode desempenhar diversos papeis epistêmicos além do representacional, mas nossa hipótese é que tal consideração encontra-se distante das aulas de Química da formação inicial. Assim, estabelecemos como objetivo para nossa pesquisa compreender como estudantes de Licenciatura em Química concebem o uso das equações químicas ao longo de sua formação inicial, considerando as dimensões ontológica (natureza), epistemológica (uso) e pedagógica (abordagem) das equações químicas. Para alcançar o objetivo proposto, esta pesquisa teve cunho qualitativo, com orientação teórico-metodológica amparada no interpretativismo. Os dados foram construídos a partir da utilização do questionário e da entrevista semiestruturada, e analisados com base na Análise Textual Discursiva. A análise confirmou a nossa hipótese de que há uma carência importante de discussões acerca dos modelos, de modo geral, e das equações químicas, em particular, no que tange à sua construção e uso, como modelos das reações químicas. A carência dessas discussões tem levado os estudantes a demonstrar dificuldades em reconhecer a aplicação da teoria ao fenômeno, transitar entre os níveis macro e submicro do conhecimento químico e perceber os vários papeis que uma equação química pode desempenhar na explicação química. Argumentamos, portanto, em favor de uma visão mais ampla da equação química como modelo, superando a ideia de representação da reação, e da necessidade da discussão desta macrovisão nas diversas disciplinas que compõem o currículo de formação de professores(as) de Química.
The chemical equation is a tool mobilized by almost all the initial formation and can be considered as a central point where most of the concepts worked in Chemistry classes converge. Such importance, however, seems to be neglected in the classroom because of its tacit and merely algorithmic use. As a result, students memorize and apply the algorithm mechanically, without realizing that they are dealing with a model. As a model of the chemical reaction, the equation may play several epistemic roles beyond the representational one, but our hypothesis is that such a consideration is far from the chemistry classes, especially the hard core specific disciplines of initial formation. Thus, we establish as objective for our research to understand how students of Chemistry Degree conceive the use of the chemical equations throughout their initial formation, considering the ontological (nature), epistemological (use) and pedagogical (approach) dimensions of the chemical equations. In order to reach the proposed objective, this research had a qualitative character, with theoretical-methodological orientation supported in interpretativism. The data were constructed using the questionnaire and semi-structured interview, and analyzed based on the Discursive Textual Analysis. The analysis confirmed our hypothesis that there is an important lack of discussions about models in general and of chemical equations, in particular as regards their construction and use as models of chemical reactions. The lack of these discussions has led the students to demonstrate difficulties in recognizing the application of the theory to the phenomenon, to move between the macro and submicro levels of chemical knowledge and to perceive the various roles that a chemical equation can play in the chemical explanation. We argue, therefore, for a broader view of the chemical equation as a model, overcoming the idea of reaction representation, and the need to discuss this macrovision in the various disciplines that make up the chemistry teacher training curriculum.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/26732
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PPGEFHC)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
As equações químicas sob a ótica de futuros professores - contribuições para a formação inicial - JESUS - 2018.pdf2.92 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA