DSpace

RI UFBA >
Instituto de Psicologia >
Programa de Pós-Graduação em Psicologia (PPGPSI) >
Dissertações de Mestrado (PPGPSI) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/25937

Title: Estilos e esquemas cognitivos, estilos de liderança e a adoção de inovações gerenciais: Comparando líderes de diferentes gerações.
Authors: Oliveira, Stéfanie Moreira de
???metadata.dc.contributor.advisor???: Janissek, Janice Aparecida
Keywords: Inovação gerencial.;Esquemas cognitivos.;Gerações.;Estilo de liderança.;Estilo cognitivo.
Issue Date: 4-May-2018
Abstract: O objetivo do presente estudo é analisar quais as possíveis associações entre perfis de liderança, estilos e esquema cognitivo de gestores de diferentes gerações e como elas podem ajudar a compreender a adoção de inovações gerenciais. Para tanto, definiu-se como objetivos específicos descrever os perfis de liderança e de estilos cognitivos de gestores organizacionais de duas diferentes gerações; identificar o grau de uso de um conjunto de práticas de gestão que são adotadas pelos dois grupos de gestores no seu contexto de trabalho; examinar os esquemas cognitivos utilizados pelos dois grupos geracionais sobre a inovação gerencial. Os procedimentos metodológicos envolveram a aplicação de instrumentos online e uma entrevista semi-estruturada, utilizando uma técnica do uso de cartões que continham práticas de gestão tradicionais e inovadoras. No total, 8 gestores participaram do estudo. Concluiu-se que há uma predominância do estilo cognitivo inovador e do estilo de liderança transformacional, não sendo verificadas diferenças no perfil entre as gerações pesquisadas. Quanto à adoção de práticas gerenciais, evidenciou-se que ambas as gerações fazem uso das práticas inovadoras de gestão. No entanto, os gestores Baby boomers adotam intensamente um conjunto de práticas tradicionais, juntamente com as práticas inovadoras. Tal combinação não parece ser tão frequente na atuação dos gestores da geração Y. Quanto aos esquemas cognitivos observou-se que os gestores Baby boomers estruturam as suas concepções de uma forma mais simples e superficial enquanto os gestores Y compreendem a inovação gerencial a partir de uma visão mais complexa e diversificada deste fenômeno.
The purpose of this paper is to analyze how the associations between leadership profiles, styles and cognitive schemas that can explain managerial innovation in two groups of managers belonging to different generations. Based on the theoretical approach to managerial innovation, we sought to identify constructive systems of leadership theory implicit from a combination of three methodological strategies: to describe the leadership profiles and cognitive styles of organizational managers of two different generations, Identify the degree of use of a set of management practices that are adopted by the two groups of managers in their work context, examine the cognitive schemas used by the two generational groups on a managerial and comparative innovation as associations between the leadership profile, style and cognitive schema, with a description of the use of management practices in the groups of managers of different generations. To do so, perform an online instrument application and a semi-structured interview, use a technique with cards that continue traditional and innovative management practices. In total, 8 managers participated in the study. The conclusion of the study evidences a predominance in the innovative cognitive styles and the transformational leadership style between the participating managers, not being verified related without quality classification. By delving deeper into the adoption of managerial practices, it has been realized that Baby-boomers managers use drugs most commonly used practices for a traditional administration, in contrast, managers and use more innovative practices to manage their team. Already the cognitive schemes evidenced some disputes between the generational groups, since the Baby boomers managers structure as their conceptualizations in a leaner form and the managers Y a greater number of constructions to explore what is innovation, which as characteristics that make A practice and what points are relevant to its use.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/25937
ISSN: Dissertação
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGPSI)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação Stefanie_VERSÃO FINAL PDF_25-04-18.pdf3.78 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA