DSpace

RI UFBA >
Instituto de Geociências >
Programa de Pós-Graduação em Geoquímica: Petróleo e Meio Ambiente (POSPETRO) >
Dissertações de Mestrado (POSPETRO) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/25684

Title: Origens, fontes, distribuição espaço-temporal em sedimentos e bioacumulação de hpas em ucides cordatus nos estuários dos rios são paulo e jaguaripe, baía de todos os santos, Bahia
Authors: Araújo, Liliane Santos
???metadata.dc.contributor.advisor???: Mafalda Júnior, Paulo de Oliveira
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Moreira, Ícaro Thiago Andrade
Keywords: ucides cordatus;caranguejo uçá;hepatopâncreas;bioacumulação;sedimento
Issue Date: 4-Apr-2018
Abstract: Grande parte dos manguezais tornam-se receptores de resíduos resultantes de atividades antrópicas. Um dos contaminantes resultantes dessas ações são os Hidrocarbonetos Policíclicos Aromáticos (HPAs) que, devido à sua característica lipofílica, são absorvidos por meio dos tecidos biológicos dos organismos marinhos. Este estudo objetiva a determinação dos HPAs prioritários, naftaleno, acenaftileno, acenafteno, fluoreno, fenantreno, antraceno, fluoranteno, pireno, benzo (a) fluoranteno, benzo (b) fluoranteno, benzo (k) fluoranteno, benzo (a) pireno, indeno (1,2,3- cd) pireno, dibenzo (a,h) antraceno e benzo (g,h,i) perileno nos sedimentos e no hepatopâncreas do caranguejo da espécie Ucides cordatus (Linnaeus 1763) (caranguejo Uçá), fonte econômica para as populações locais, possibilitando a determinação da qualidade do sedimento do manguezal, além de indicar a qualidade do pescado consumido na região, através da análise de HPAs. Para isto, foi realizada em agosto de 2014 uma coleta no estuário do rio São Paulo em cinco pontos distribuídos ao longo do manguezal, sendo coletados quatro amostras por ponto, totalizando vinte unidades amostrais de caranguejos que foram utilizados posteriormente nos testes para redução de lipídios do hepatopâncreas. Em seguida, foi concretizada nos estuário dos rios São Paulo e Jaguaripe duas coletas em dois períodos diferentes do ciclo de vida do caranguejo Uçá: no período reprodutivo, em dezembro de 2015 e no período da ecdise (muda), no mês de agosto de 2015. Estas coletas foram formadas por cinco pontos amostrais, onde foram coletados quatro unidades em cada ponto, totalizando vinte unidades amostrais de caranguejos. O sedimento foi coletado no fundo das galerias do caranguejo Uçá, em duas réplicas por ponto, totalizando 10 elementos amostrais de sedimentos ao longo do estuário. Foram realizados testes metodológicos para verificar a melhor eficácia no processo de redução do teor de lipídios no hepatopâncreas do Ucides cordatus. Foram realizadas análises estatísticas descritivas, inferenciais e multivariadas para os dados ambientais e biológicos através dos programas Bioestat e Canoco. Os resultados obtidos para o sedimento no estuário do rio Jaguaripe mostraram um maior teor de HPAs com valores que variaram de 3,38 a 189,02 ng g-1 e no estuário do rio São Paulo de 3,00 a 128,63 ng g-1 .
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/25684
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (POSPETRO)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Liliane Santos Araújo.pdf1.17 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA