DSpace

RI UFBA >
Escola de Música >
Programa de Pós-Graduação em Música (PPGMUS) >
Dissertações de Mestrado (PPGMUS) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/25369

Title: Autorregulação e prática deliberada: um estudo com alunos em cursos de bacharelado em violão
Authors: Santos, Jâmison Sampaio de Queiroz
???metadata.dc.contributor.advisor???: Tourinho, Ana Cristina Gama dos Santos
Keywords: Violão - estudo e ensino;Música - instrução e ensino
Issue Date: 26-Feb-2018
Abstract: Este trabalho investigou a influência da faixa etária, tempo diário de estudo e semestre sobre a autorregulação da aprendizagem (BANDURA, 1986 apud BANDURA et al, 2008; MCPHERSON e ZIMMERMAN, 2002; ZIMMERMAN, 1989, 1990) em violonistas, estudantes em cursos de graduação em instrumento. Além disso, verificou as estratégias específicas utilizadas pelos participantes para resolver problemas em uma obra musical, durante a prática deliberada. Para isso, utilizamos uma abordagem metodológica mista: quantitativa e qualitativa. Na etapa quantitativa, realizamos uma pesquisa de levantamento (Survey), através de um questionário online, com 55 violonistas estudantes em universidades brasileiras. O questionário utilizado, intitulado Atitudes no Processo de Estudo, foi desenvolvido e validado por Araújo (2015). Para a análise estatística inferencial, foram utilizados os testes ANOVA e Kruskal-Wallis. O resultado da análise mostrou diferenças significativas (p<0,05) todas as vezes que se verificou a influência do tempo diário de estudo sobre a autorregulação através da organização do estudo, dos recursos pessoais e dos recursos externos. O grupo de participantes que estudava mais horas diariamente tendeu a apresentar um comportamento mais autorregulado do que aqueles que estudavam menos. O mesmo não aconteceu com os outros dois fatores: faixa etária e semestre. Porém, houve uma diminuição da autorregulação através dos recursos externos à medida que a faixa etária aumentou. A análise qualitativa das estratégias utilizadas, obtidas a partir da resposta a uma questão aberta, inserida no questionário de autorregulação, mostrou que “tocar lento” foi a estratégia mais utilizada pelos participantes. Porém, outras estratégias relacionadas a habilidades metacognitivas, como dividir a peça em seções menores e utilizar imagens mentais também foram verificadas. Foram encontradas relações entre as estratégias utilizadas pelos participantes desta pesquisa com os seis estágios da prática instrumental (CHAFFIN et al., 2002). A partir dos resultados desta pesquisa, destacamos a importância do estudante de violão manter uma quantidade razoável de horas de prática deliberada. Soma-se a isto a necessidade de que o comportamento autorregulado seja estimulado pelos professores de violão durante o curso de bacharelado.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/25369
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGMUS)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação - Jamison Sampaio.pdf2.03 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA