DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Educação >
Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) >
Teses de Doutorado (PPGE) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/24922

Title: Gestos de alunos com deficiência intelectual reveladores de escrita: um estudo na escola
Authors: Costa, Daiane Santil
???metadata.dc.contributor.advisor???: Díaz-Rodriguez, Félix Marcial
Keywords: Gestos;Escrita;Alunos com deficiência intelectual;Escola;Linguagem corporal;Deficiência intelectual;Gestures;Writings;Intellectual disabilities;School
Issue Date: 8-Jan-2018
Abstract: Na interlocução com o outro, os movimentos gestuais podem complementar a fala, servem para dar pistas sobre como as pessoas estão pensando, esclarecer ou até mesmo, recuperar alguma informação ainda não encontrada na expressão oral. Por entender que os gestos e a escrita pedem interlocutores, sugerem olhares atentos e solicitam possíveis diálogos sobre a aprendizagem que se dá no interior da escola, esta pesquisa tem como objetivo geral analisar a função dos gestos como manifestação simbólica de alunos com deficiência intelectual na aprendizagem da língua escrita, a partir das interações que são estabelecidas em sala de aula e com isso ampliar a discussão sobre a apropriação da escrita por esses alunos na escola. Utilizou-se como estratégia metodológica o Estudo de Caso, de três jovens alunos com deficiência intelectual, matriculados em escolas comuns, uma pública municipal e outra particular, ambas, situadas na cidade de Salvador (BA). A observação participante das interações na sala de aula, a entrevista semiestruturada com os professores e a análise de documentos escolares como os cadernos, atividades e livros didáticos foram os procedimentos e técnicas adotados neste estudo. Buscou-se uma discussão sobre a relação entre o gesto corporal e a escrita desses alunos no espaço escolar, ancorada na concepção histórico-cultural do desenvolvimento humano e na perspectiva interacional da(s) linguagem (ens). Procurou-se responder à questão: qual é a função dos gestos de alunos com deficiência intelectual no processo de aprendizagem inicial da escrita a partir das interações estabelecidas na escola? A partir de uma análise microgenética, os achados encontrados apontam para um necessário olhar sobre as várias funções que os gestos podem revelar nas dinâmicas interativas da trama que envolve esses alunos: o estudante que escreve, o objeto (escrita) e seus interlocutores. Os gestos e a produção de escrita, em suas várias expressões, mais particulares em cada caso estudado, vista no percurso de desenvolvimento desses alunos, estabelecem elos entre cada sujeito e o mundo, consigo mesmo e seus interlocutores. Nas trocas que ocorrem na sala de aula, os seus leitores são imprescindíveis para a atribuição de sentidos a esses movimentos que esses alunos fazem diante do papel. Palavras-chave: Gestos- Escrita- Alunos com deficiência intelectual- Escola
ABSTRACT In the interlocution with the other, gestual movements can complement the speech, they work to give some clues on how people are thinking, to clarify or even to recover some information not yet found in the oral expression. Because they understand that gestures and writing require interlocutors, suggest careful supervision and ask for possible dialogues about learning within the school, The main goal of this research is to analyze the function of gestures as a symbolic manifestation of students with intellectual disabilities in writting learning. From the interactions established in the classroom, We will broaden the arguments about the acquisition of writing carried out by these students at school. A case study on three young students with intellectual disabilities, enrolled in common schools, a municipal public school and a private school, both located in Salvador city, were used as methodological strategies. Participant observation of classroom interactions, semistructured interview with teachers and analysis of school documents such as notebooks, activities and textbooks were the procedures adopted in this study. We thought to argue the relationship between the body language and the writing of these students at school ground, based on the historical-cultural definition of human development and on the interactional perspective of languages. We will try to answer the question: what is the function of students’s gestures with intellectual disabilities in the beginning og writing learning process from the interactions established at school? From a microgenetic analysis, the findings found point to a necessary look at the various functions which gestures can reveal in the interactive dynamics of the plot that involves these students: students’s writing, the object (writing) and their interlocutors. Gestures and the production of writing, in their various expressions, more specifically in each case We studied, seen in the course of development of these students, establish links between each subject and the world, to himself and his interlocutors. In the exchanges that take place in the classroom, their readers are indispensable concerning to attribution of meanings to these movements that these students make before the paper.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/24922
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PPGE)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese de Doutourado-DAIANE SANTIL COSTA.pdf2.35 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA