DSpace

RI UFBA >
Escola de Administração >
Núcleo de Pós-Graduação em Administração (NPGA) >
Dissertações de Mestrado Acadêmico (NPGA) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/24623

Title: Aprendizagem organizacional em cadeias de suprimento de sistemas complexos de produção: estudo de caso da Embraer
Authors: Fontes, Susane Sousa
???metadata.dc.contributor.advisor???: Teixeira, Francisco Lima Cruz
Keywords: Aprendizagem organizacional;Redes de firmas;Cadeias de suprimento;Redes de aprendizado;Embraer
Issue Date: 20-Nov-2017
Abstract: Essa dissertação teve como objetivo geral analisar a aprendizagem organizacional como fonte de competitividade em cadeias de suprimento de sistemas complexos de produção, utilizando o conceito de Redes de Aprendizado como abordagem analítica. A pesquisa busca contribuir com a identificação de mecanismos associados à aprendizagem organizacional e à criação da capacidade tecnológica, considerando não só a empresa isolada, mas também o seu contexto competitivo, ou seja, as relações interorganizacionais na cadeia de suprimento. O referencial teórico estabelecido reúne três áreas de conhecimento: os estudos organizacionais, a economia industrial e a administração estratégica. Com base neste marco referencial foram estabelecidos dois conceitos articulados no modelo de análise: o conceito de aprendizagem organizacional e o de redes de aprendizado. Para o conceito de aprendizagem organizacional foram identificados três componentes: o social, o tecnológico e o estratégico. Já o conceito de Redes de Aprendizado, utilizado como abordagem analítica, foi construído a partir de três dimensões: a cooperação, a coordenação e a motivação -, as quais estão associadas a uma organização em rede de arranjos de firmas. A estratégia de pesquisa foi o estudo de caso de duas cadeias de suprimento da Embraer, caracterizadas como sistemas complexos de produção. A pesquisa desenvolvida indicou que a aprendizagem organizacional em cadeias de suprimento ocorre efetivamente em projetos de cooperação, com a existência de formas de coordenação que articulam competências, processos organizacionais, estratégias e motivações individuais e coletivas das diferentes firmas da cadeia, podendo resultar em maior capacidade competitiva para as empresas e para a cadeia como um todo. Em função da relevância da coordenação nos processos de aprendizagem organizacional nas cadeias de suprimento pesquisadas, essa dimensão do modelo de análise foi reafirmada como aquela que estabelece a relação entre a aprendizagem organizacional como fonte de competitividade e o conceito de Redes de Aprendizado. Ao utilizar o conceito de Redes de Aprendizado como abordagem analítica foi possível capturar alguns aspectos da dinâmica de trajetórias coletivas de acumulação de competências que podem ser associadas a diferenciais de uma cadeia de suprimento.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/24623
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado Acadêmico (NPGA)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
susane_fontes.pdf497.85 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA