DSpace

RI UFBA >
Escola de Administração >
Núcleo de Pós-Graduação em Administração (NPGA) >
Teses de Doutorado (NPGA) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/24532

Title: Adoção e infusão de Ambientes Virtuais de Aprendizagem (AVA) para suporte ao ensino presencial
Authors: Gonzalez Junior, Ivo Pedro
???metadata.dc.contributor.advisor???: Santos, Ernani Marques dos
Keywords: Ambiente virtual de aprendizagem;Adoção de tecnologia;UTAUT;Ensino superior;Uso;Infusão
Issue Date: 7-Nov-2017
Abstract: O papel desempenhado pela Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) no conjunto educacional tem mudado o seu contexto. Segundo pesquisas realizadas pelo Comitê Gestor de Internet no Brasil, há um grande crescimento da utilização de Ambientes Virtuais de Aprendizagem (AVA), e o seu uso está ampliado a diversos níveis da educação, tanto para Ensino a Distância, como também para apoio às aulas presenciais. Neste cenário, a observação acerca da aceitação da tecnologia pelos seus usuários e do comportamento destes em relação à tecnologia tornou-se primordial, pois o sucesso da ferramenta está diretamente relacionado com a sua adoção pelos docentes e discentes. Em âmbito internacional e local há uma carência de estudos que analisem o uso do AVA como suporte ao ensino presencial. Como contribuição para área de adoção de tecnologias da informação, o presente trabalho analisa os fatores de adoção e infusão do AVA como suporte ao ensino presencial superior utilizando como base a Teoria Unificada de Aceitação e Uso da Tecnologia (Unified Theory of Acceptance and Use of Technology - UTAUT). Este trabalho apresenta o conceito de adoção e infusão da tecnologia, a adoção como um processo que compreende a aceitação e a rotinização. E a infusão, como a continuidade de uso. No AVA a experiência do pós-uso determina o sucesso das tecnologias no ensino. Trata-se de um estudo de abordagem quantitativa, que utilizou o levantamento (survey) como estratégia de investigação, sendo aplicados 1079 questionários aos alunos que utilizam o AVA de forma voluntária como suporte ao ensino presencial no ensino superior, buscando informações sobre seus comportamentos, atitudes, intenções e percepções. A análise de resultados foi realizada por meio de análise fatorial e modelagem de equações estruturais. Os resultados indicam que: há forte relação entre uso e continuidade do uso, sendo que dentre as dimensões interatividade, expectativa de desempenho, expectativa de esforço, influência social, condições facilitadoras e qualidade da informação, o uso é o que tem mais forte correlação com a continuidade; há uma forte relação entre uso e expectativa de desempenho, interatividade, qualidade da informação; a menor correlação de todas é entre influência social e expectativa de esforço. Ressalta-se que todas as hipóteses foram confirmadas, com exceção de condições facilitadoras que demonstrou ser inversamente significante. Ainda como achado, verificou-se que, apesar de o modelo UTAUT ser uma reunião de constructos de outras teorias e modelos, há lacunas não abordadas e aspectos não analisados por este modelo no contexto do uso do AVA no ensino superior para apoio presencial, sendo a adaptação do modelo para estes casos, um importante resultado desta pesquisa.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/24532
Appears in Collections:Teses de Doutorado (NPGA)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
IVO PEDRO GONZALEZ JÚNIOR.pdf2.81 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA