DSpace

RI UFBA >
Instituto de Psicologia >
Programa de Pós-Graduação em Psicologia (PPGPSI) >
Dissertações de Mestrado (PPGPSI) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/24289

Title: O sintoma disortográfico da criança em impasse com o saber: uma construção de caso clínico em psicanálise
Authors: Saldanha, Claudia Maria Tavares
???metadata.dc.contributor.advisor???: Fernandes, Andréa Hortélio
Keywords: Criança;Saber;Alíngua;Sintoma disortográfico;Teoria dos discursos;Psicanálise;Disortografia - Sintoma
Issue Date: 29-Sep-2017
Abstract: Esta dissertação visa examinar o sintoma disortográfico da criança que está em um momento lógico de efetuação da estrutura e de entrada no discurso alfabético, problemática frequente na clínica psicanalítica com crianças. Na contemporaneidade, a criança é comumente posicionada pelo discurso científico como objeto de investigações e de práticas patologizantes e segregadoras que incentivam a medicalização das questões escolares. Tal conjuntura é interpretada pela psicanálise como efeito do discurso universitário que institui um saber todo sobre a disortografia a ser corrigida e extirpada da criança. Diante disso, o discurso do analista propõe ler a disortografia como um sintoma disortográfico a fim de possibilitar que o sujeito possa bem dizê-lo, sob transferência, o que pode propiciar que a criança ascenda à condição de intérprete das letras do alfabeto e das letras de alíngua. Isso demonstra a suplementaridade entre o saber escolar e o saber inconsciente no que diz respeito à estruturação do sujeito e à circulação no discurso alfabético. Para tanto, pretende-se analisar como a relação da criança com o saber se articula à produção do sintoma disortográfico em um momento lógico de efetuação da estrutura e de entrada no discurso alfabético a partir da construção de um caso clínico orientado pela ética da psicanálise. Por sua vez, os objetivos específicos são: identificar como as concepções da psiquiatria, da psicopedagogia e da psicanálise sobre a disortografia da criança podem ser matemizadas a partir da teoria dos discursos lacanianos; examinar como os impasses da criança com o saber em um momento lógico de efetuação da estrutura se articulam ao aprendizado da leitura e da escrita; e analisar, através do discurso do analista, a função do sintoma disortográfico da criança nas vicissitudes da efetuação da estrutura e da entrada no discurso alfabético a partir da construção de um caso clínico. Trata-se de uma pesquisa a partir da psicanálise cujo método é a construção do caso clínico de uma criança que foi atendida por mim e cujo tratamento já foi finalizado. A relevância do estudo está em analisar as contribuições da psicanálise em meio aos outros campos discursivos que se ocupam do alfabetizar e do tratamento da disortografia, a partir da perspectiva de que o erro ortográfico da criança que inicia a circulação no discurso alfabético representa o saber inconsciente que se manifesta através de equívocos do inconsciente disortográfico de alíngua. Desse modo, este trabalho revela que o saber inconsciente participa dos impasses da criança que está a se alfabestizar, uma vez que esta pode recorrer, transitoriamente, ao sintoma disortográfico para auxiliá-la a elucubrar esse saber para se estruturar como sujeito intérprete.
This dissertation aims at examining the dysortographic symptom of a child who is in a logical moment of structure making and entering the alphabetical discourse, a recurrent problem in the psychoanalytic clinic with children. Nowadays, the child is commonly put by the scientific discourse as subject of investigations, pathologizing and segregating practices that encourage the medicalization of pedagogical issues. This situation is seen by psychoanalysis as university discourse’s effect of the which establishes a whole knowledge about the dysortography to be corrected and extirpated from the child. Therefore, the analyst’s discourses propose to read dysortography as a dysortographic symptom in order to enable the subject to say it well under transference, which may allow the child to become an interpreter of alphabet letters and letters of lalangue. It demonstrates the supplementary attribute between scholar knowledge and unconscious knowledge regarding the subject’s structuring and circulation in alphabetic discourse. To do so, it is intended to analyze how the child's relationship with knowledge is articulated to the dysortographic symptom at a logical moment of structure making and the entry into the alphabetical discourses, based on the construction of a clinical case guided by the ethics of psychoanalysis. The study’s specific objectives are: identify how conceptions of psychiatry, psychopedagogy and psychoanalysis on child dysortography can be mathemized based on the theory of Lacanian discourses; examine how the impasses of the child with the knowledge in a logical moment of structure effectuation are articulated to the learning of reading and writing; and to analyze, through the analyst's discourse, the child's dysortographic symptom function in the vicissitudes of the structure's effectuation and of the entry into the alphabetical discourse from the construction of a clinical case. Based on psychoanalysis, this research’s method is the construction of a clinical case of a child that was attended by me and whose treatment has already been completed. This study’s relevance is to analyze the contributions of psychoanalysis amid the other discursive fields which deal with alphabetization and the treatment of dysortography, from the perspective of misspelling of the child who initiates the circulation in the alphabetical discourse represents the unconscious knowledge that manifests itself through equivocation of the dysortographic unconscious of lalangue. Thus, this academic work reveals that the unconscious knowledge participates into the impasses of the child who is in s’alphabêtissant moment, since they can temporarily use the dysortographic symptom to help themself to conjecture such knowledge in order to be structured as a subject interpreter.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/24289
ISSN: dissertação
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGPSI)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação Claudia Saldanha FINAL.pdf1.69 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA