DSpace

RI UFBA >
Instituto de Psicologia >
Programa de Pós-Graduação em Psicologia (PPGPSI) >
Dissertações de Mestrado (PPGPSI) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/23890

Title: Competências e desempenho docente: validando escalas de autoavaliação e heteroavaliação, explorando fatores pessoais e ocupacionais associados
Authors: Almeida, Clayton Silva de
???metadata.dc.contributor.advisor???: Bastos, Antonio Virgílio Bittencourt
Keywords: Competências docentes;Desempenho docente;Fatores pessoas e ocupacionais;Construção e validade de testes, escalas e outras medidas psicológicas;Psicologia organizacional e trabalho;Avaliação de desempenho docente;Gestão de pessoas;Analise multivariada de dados
Issue Date: 8-Aug-2017
Abstract: As competências necessárias para o exercício da docência têm despertado crescente interesse entre as organizações e os pesquisadores. As competências exercem considerável influência sobre o desempenho individual do professor e sobre os resultados da instituição. Este estudo buscou evidências de validade e confiabilidade de duas escalas de desempenho docente, sendo uma de autoavaliação e outra de heteroavaliação, operacionalizadas a partir de um modelo de competências. Adicionalmente, buscou-se identificar possíveis características demográficas e ocupacionais preditoras do desempenho dos docentes, mensurado pelas duas escalas. A validação foi feita em uma instituição privada em Salvador, Bahia, utilizando uma amostra de 500 docentes e seus respectivos coordenadores. Após a anuência institucional, os dados foram coletados com duas escalas simétricas compostas (uma de auto e outra de heteroavaliação), com 34 itens cada uma delas. Os dados foram analisados utilizando-se análises fatoriais exploratórias, modelagem de equações estruturais e regressão múltipla Stepwise, e os resultados indicaram escalas com seis fatores, sendo 21 itens para a autoavaliação e 22 para a heteroavaliação. Os modelos ajustados mostraram-se adequados para mensurar o desempenho docente, para autoavaliação ((X2/gl = 2,075; GFI = 0,89; CFI = 0,93; TLI = 0,92; BIC = 686,426; RMSEA = 0,06(0,05-0,07, p<.01) e para a heteroavaliação (X2/gl=3,659; GFI=0,90; CFI=0,96; TLI=0,95; BIC= 1115,89; RMSEA=0,67; (0,62-0,73, p<0,01). As escalas validadas demonstraram índices de consistência adequados, tanto para a autoavaliação (α=0,88) quanto para a heteroavaliação (α=0,94). Como principal preditor de desempenho na autoavaliação, temos a variável carga horária que, em conjunto com a variável titulação, explicou 12% da variância da competência desenvolvimento de ações e projetos e, ainda, em conjunto com a variável gênero explicou 10,5% da variância da comunicação institucional. Na heteroavaliação, foram encontradas como principais preditores do desempenho docente as variáveis carga horária e a titulação que, juntos, explicaram, 37% da atuação técnico-científica, 17% da variância do desenvolvimento de ações, projetos e pesquisa, 11% do foco na qualidade e 6% do trabalho em equipe e relacionamento interpessoal.
Competences and teaching performance: validating self-assessment and hetero-evaluation scales and exploring associated personal and occupational factors. The competencies required for teaching in higher education have been gathering increasing interest among institutions and researchers, and they are thought to have a considerable influence on the individual's performance and on the results of the institution. This study aimed to collect evidence of validity and reliability of two scales of teaching performance, being one of self-assessment and the other of hetero-evaluation, operationalized based upon a competencies management model. Additionally, we sought to identify possible demographic and occupational characteristics predicting the performance of teachers measured by the two scales. Validation was done with a sample of 500 professors and their respective coordinators from a private institution in Salvador, Bahia. The data were collected with two composite scales (one for self-rating and other for undergradute program coordinator rating), with 34 items each. The data were analyzed using exploratory factor analysis, structural equation modeling and stepwise multiple regression, and the results indicated scales with six factors, with 21 items for self-rating and 22 items for hetero-evaluation. The adjusted models were deemed adequate for measuring professor performance under self-assessment (X2/gl=1,979; GFI=0,89; CFI=0,94; TLI=0,92; BIC=676,998; RMSEA=0,06;(0,53-0,07, p<0,01) and hetero-evaluation (X2/gl=3,659; GFI=0,90; CFI=0,96; TLI=0,95; BIC= 1115,89; RMSEA=0,67; (0,62-0,73, p<0,01). The validated scales showed consistency indices suitable for both self-rating assessment (α = 0.88) and hetero-evaluation (α = 0, 094) As the main predictor of performance in self-assessment we have the variable hourly load which together with the titration variable explained 12% of the variance of competence development of actions and projects and still together with the sex variable explained 10.5% of the variance of institutional communication. In the heteroevaluation as main predictors of teacher performance, the variables hourly load and titration were found that together explained, 37% of the scientific technical performance, 17% of the variance of the development of actions, projects and research, 11% of the focus on quality, and 6 % Teamwork and interpersonal relationship.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/23890
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGPSI)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação Mestrado Clayton Almeida 09012019.pdf2.15 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA