DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Medicina da Bahia >
Pós-Graduação em Ciências da Saúde (POS_CIENCIAS_SAUDE) >
Teses de Doutorado (POSSAUDE) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/23471

Title: Dicotomia funcional de células NK na Leishmaniose cutânea: participação na patogênese e destruição de parasitos
Authors: Brito, Taís Menezes Cerqueira Campos de
???metadata.dc.contributor.advisor???: Carvalho, Lucas Pedreira de
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Passos, Sara Timóteo
Keywords: Leishmaniose cutânea;Células NK;Linfócitos citotóxicos;Citotoxicidade
Issue Date: 3-Jul-2017
Abstract: Introdução: Leishmaniose cutânea (LC) devido à infecção por L. braziliensis é caracterizada pelo desenvolvimento de lesões cutâneas ulcerativas. Recentemente, atenção tem sido dada à participação das células T CD8+ para a resposta inflamatória deletéria observada em pacientes com LC. Foi demonstrado que estas células contribuem para a imunopatologia através da produção de citocinas pró-inflamatórias, granzima e perforina. Em adição às células T CD8+, células NK e NKT são também importantes fontes de citocinas pró-inflamatórias, granzima e perforina, e o papel destas células na infecção por L. braziliensis ainda não foi investigado. Objetivo: Avaliar o papel das células NK na infecção por L. braziliensis. Métodos: As células mononucleares de sangue periférico foram obtidas a partir de indivíduos saudáveis e de pacientes com LC para a marcação ex-vivo com CD56, CD8, CD3, e marcação intracelular para granzima e perforina. As células derivadas de biópsias foram obtidas para imunofenotipagem por citometria de fluxo e imunohistoqímica. Resultados: Identificamos quatro sub-populações de células citotóxicas: células NK (CD8-CD3-), células NK (CD8dimCD3-), células NKT-like (CD8brigthCD3+) e células T CD8+. Observamos que as frequências de sub-populações de células NK (CD8- e CD8+) estavam aumentadas no sangue periférico de pacientes com LC quando comparadas com IS, e estas duas populações expressam mais granzima e perforina do que as células T CD8+ em pacientes com LC. Observamos ainda que as células NK derivadas de lesões de pacientes com LC expressam mais CD107a, marcador de degranulação, do que as células T CD8+. E que as células NK contribuem para destruição de parasitos na infecção por L. braziliensis Conclusão: Os nossos dados sugerem uma dicotomia funcional das células NK na leishmaniose cutânea, participando tanto na patogênese da doença quanto na destruição de parasitos.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/23471
Appears in Collections:Teses de Doutorado (POSSAUDE)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese_Med_Taís Menezes Cerqueira Campos de Brito.pdf1.7 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA