DSpace

RI UFBA >
Instituto de Ciências da Saúde - ICS >
Programa de Pós-Graduação em Imunologia - (PPGIM) >
Dissertações de Mestrado (PPGIM) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/23355

Title: Investigação do Potencial anti-inflamatório in vitro da Solanum paniculatum L. (Jurubeba)
Authors: Silva, Raimon Rios da
???metadata.dc.contributor.advisor???: Figueiredo, Camila A. Viana de
Keywords: Solanum paniculatum;nflamação;NF-kB;Citocinas;Óxido nítrico
Issue Date: 28-Jun-2017
Abstract: Solanum paniculatum L. (Sp) é uma planta subtropical comum no Brasil, popularmente conhecida como “jurubeba”. Sp é utilizada na medicina popular para o tratamento de gastrite, bronquites e febre. Estudos prévios demonstram potencial antibiótico, antioxidante e de inibição da secreção de ácido gástrico desta espécie, no entanto, o potencial anti-inflamatorio da mesma ainda é pouco explorado. No presente trabalho, investigamos o efeito anti-inflamatório do Extrato Hexânico dos Frutos de S. paniculatum (Sp). Para isto, esplenócitos de camundongo BALB/c foram estimulados ou não com o mitógeno pokeweed (PWM) e expostos ou não à 15, 30 e 60 g/ml do extrato padronizado de Sp. O ensaio de citotoxicidade pelo método do MTT demonstrou ausência de toxicidade de Sp sob células esplênicas, nestas condições. Neste mesmo modelo, avaliamos os níveis de IFN-, IL-4 e IL-10 no sobrenadante da cultura, por ELISA. A inibição da produção de Óxido Nítrico (NO) foi avaliada pela técnica de Griess, utilizando macrófagos peritoneais murinos. A atividade estabilizadora de membrana foi testada pela indução de hemólise dos eritrócitos murinos e a inibição do Fator Nuclear Kappa B (NF-B) foi avaliada por RT-qPCR. Os resultados demonstraram que Sp à 15, 30 e 60 μg/ml inibiu a proliferação celular induzida por PWM (p <0,001), reduziu de forma significante a liberação de IL-4 (p <0,001) no sobrenadante da cultura, inibiu a produção de NO (p <0,001) e melhorou a estabilidade da membrana celular de maneira concentração dependente. Ademais, Sp foi capaz de reduzir a produção de IFN-(p <0,001) sem alterar os níveis de IL-10. O mecanismo pelo qual Sp inibiu tais parâmetros inflamatórios pode estar associado à inibição da expressão do NF-B (p <0,001), avaliada neste trabalho. Nosso estudo é o primeiro a testar a ação anti-inflamatória de S. paniculatum e esta espécie parece ser uma importante candidata para o desenvolvimento de novas drogas. Mais pesquisas para análise do potencial anti-inflamatório de Sp devem ser realizadas, a fim de elucidar possíveis aplicações clínicas.
Solanum paniculatum L. (Sp) is a common subtropical plant in Brazil, popularly known as "jurubeba". Sp is used in folk medicine for the treatment of gastritis, bronchitis, and fever. Previous studies have shown potential antibiotic, antioxidant as well as the Sp's modulatory effect on gastric acid secretion, however, the your anti-inflammatory potential is unexplored. In the present study, we have investigated the anti-inflammatory effect of the Hexane Extract of S. paniculatum Fruits (Sp). To this, mouse spleen cells from BALB/c mice were stimulated or not with pokeweed mitogen, and exposed or not to 15, 30, and 60 μg/ml of the standardized extract of Sp. Sp concentrations were determined by using MTT assay, which demonstrated lack of toxicity in spleen cells under the conditions evaluated. In spleen culture, was assessed the levels of IFN-, IL-4, and IL-10 in culture supernatants by ELISA. Also was evaluated the inhibition of nitric oxide (NO) by the Griess technique using murine peritoneal macrophages. The Sp membrane stabilizing property was assessed by hemolysis induced in murine erythrocytes and inhibition of Nuclear Factor Kappa B (NF-B) was assessed by RT-qPCR. The results showed that Sp at 15, 30, and 60 μg/ml inhibited cell proliferation (p <0.001), decreased the release of IL-4 (p <0.001) in the culture supernatant, inhibited NO production (p <0.001), and improved the stabilization of the cell membrane in a concentration-dependent manner. Also, Sp was able to decreased the release of IFN- (p <0.001) without altering IL-10 levels. The mechanism whereby Sp decreased inflammatory parameters investigated may be related the inhibition of NF-B expression (p <0.001). Our study is the first to test the anti-inflammatory action of S. paniculatum and this species appears to be an important candidate for the development of new drugs. Additional studies must be conducted in order to further explore the anti-inflammatory potential of Sp as well as to elucidate possible clinical applications.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/23355
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGIM)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação_Raimon.pdf1.67 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA