DSpace

RI UFBA >
Escola de Enfermagem >
Programa de Pós-Graduação em Enfermagem (PPGENF) >
Teses de Doutorado (PPGENF) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/22554

Title: Sentido de tornar-se responsável pelo cuidado nas vivências dos estudantes de enfermagem
Authors: Lima, Adriana Braitt
???metadata.dc.contributor.advisor???: Rosa, Darci de Oliveira Santa
Keywords: Estudante de enfermagem;Educação;Responsabilidade;Sentido;Cuidado
Issue Date: 23-May-2017
Abstract: Os estudantes de enfermagem, nos cenários de cuidado, vivenciam situações concretas que podem deixar marcas por toda vida. Sentimentos e inquietações podem emergir dessas vivências, assim como o sentido de tornar-se responsável pelo cuidado. Este estudo teve como objetivo compreender o sentido de tornar-se responsável pelo cuidado nas vivências de estudantes de enfermagem. A abordagem fenomenológica foi fundamental para descrição, redução e compreensão dos depoimentos de quinze estudantes de enfermagem, devidamente esclarecidos sobre a pesquisa, matriculados em curso de graduação de uma universidade pública na cidade de Salvador, Bahia. A entrevista fenomenológica aconteceu entre os meses de outubro e dezembro de 2015, após a aprovação do projeto pelo Parecer nº 965.120 do Comitê de Ética em Pesquisa. A compreensão dos depoimentos seguiu a trajetória da análise ideográfica e nomotética, além do referencial teórico-filosófico da Análise Existencial de Viktor Frankl. Assim, emergiram as categorias empíricas: Vivências de aprendizagem para tornar-se responsável pelo cuidado; Vivências de valores no processo de tornar-se responsável pelo cuidado; Vivências das ponderações sobre as alternativas e consequências do tornar-se responsável pelo cuidado; e Vivências de sentimentos e atitudes ao assumir responsabilidade. Após a análise, compreendeu-se que as vivências dos estudantes de enfermagem no sentido de tornar-se responsável pelo cuidado são gradativas, pesam ao longo da formação profissional ao lidar com a vida humana e ao assimilar conteúdos teórico-práticos. Tais vivências levam à noodinâmica, à tensão pelo temor, ao medo e à fuga da responsabilidade, resultando em sentimentos de ansiedade e insegurança. O estudante, guiado pelo sentido assentado em valores, sendo pessoa espiritual, chega à atitude de decisão pelo ato responsável com sentimentos de empolgação, motivação e tranquilidade. O encontro de sentido de cada estudante é singular, e a situação é concreta, por ser ampla de possibilidades. Os valores de criação foram revelados nas atividades teóricas e práticas de cuidado, de participação em pesquisa, na descrição de enfermeiras-modelo, na atividade de educador de saúde e pela meta de se formar em enfermagem. Os valores de vivência emergiram na dedicação em estudar, na alteridade, no diálogo e no vínculo e respeito com a pessoa cuidada. E os valores de atitude pela emersão de vontade e pela busca de tomada de decisão responsável perante as situações difíceis, ao refletir nas consequências do erro. Tornar-se responsável pelo cuidado, nas vivências dos estudantes de enfermagem, é um processo permanente, que possibilita a transformação e a autotransformação, bem como o desenvolvimento de competências para o exercício profissional. Para a educação em enfermagem, esse olhar para o modo singular de ser estudante, considerando sua intersubjetividade quanto à responsabilidade, é subsídio para reflexões e intervenções pedagógicas bem sucedidas, na perspectiva de capacitação para a assunção plena de decisões, com norte na ética profissional e no sentido da vida.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/22554
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PPGENF)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação_ Enf_ Adriana Braitt Lima.pdf4.7 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA