DSpace

RI UFBA >
Escola de Enfermagem >
Programa de Pós-Graduação em Enfermagem (PPGENF) >
Dissertações de Mestrado (PPGENF) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/21735

Title: Atenção à saúde da mulher na estratégia saúde da família e limites da integralidade
Authors: Oliveira, Nayara de Jesus
???metadata.dc.contributor.advisor???: Coelho, Edmeia de Almeida Cardoso
Keywords: Saúde da Mulher;Estratégia Saúde da Família;Acolhimento;Educação em Saúde;Integralidade em Saúde
Issue Date: 23-Mar-2017
Abstract: A proposta do cuidado à saúde da mulher na Estratégia Saúde da Família-ESF é estruturada com base no princípio da integralidade, de modo que sua efetivação deve ocorrer com acolhimento, escuta sensível e ações resolutivas. Esse estudo tem por objetivos descrever as práticas de cuidado à saúde da mulher experienciadas por equipe da ESF e analisar a realidade problematizada pela equipe multiprofissional sob a perspectiva da integralidade. Estudo exploratório de abordagem qualitativa desenvolvido com doze profissionais de quatro equipes da Estratégia Saúde da Família em Salvador- BA: três agentes comunitárias de saúde, três agentes de saúde bucal, três dentistas, duas enfermeiras e uma técnica de enfermagem. Foram respeitados os aspectos éticos da Resolução 466/12. O material empírico foi produzido por grupo focal, técnica que produz um vasto leque de respostas, a partir da discussão em grupo sobre temática específica. Foi analisado pela técnica de análise de discurso na perspectiva de Fiorin, que considera o discurso uma posição social, cujas formações ideológicas são materializadas na linguagem. Os resultados da pesquisa mostraram que as práticas profissionais são realizadas com mulheres, sobretudo em idade reprodutiva, com vulnerabilidade social e econômica, sobressaindo-se carência afetiva, desgastes por acúmulo de papéis e submissão a parceiros. A equipe realiza acolhimento e escuta sensível, construindo-se vínculo, todavia a organização do serviço se dá sob pilares que estruturam uma rede desarticulada, com descontinuidade na oferta de ações e insumos, distanciamento entre gestão e profissionais e inexistência do controle social. Ressaltam a importância de educação em saúde, mas essa tem lugar secundário no serviço e quando realizadas traduzem relações de poder e saber unilateral. Em conclusão, investimentos e ações para cobertura da atenção na ESF não garantem a cobertura requerida e a resolubilidade necessária e as práticas se organizam sob infraestrutura precária e que as distanciam da integralidade. O acolhimento pela escuta, pela palavra e pelas ações terá potencial de contribuir com o empoderamento das mulheres se oferecer subsídios para sua autonomia. Equipes comprometidas com as práticas problematizam a realidade e propõem mudanças que se traduzem em compromisso com a integralidade. Este estudo traz a contribuição de poder subsidiar práticas profissionais na ESF e oferece base para pesquisas de intervenção no âmbito da saúde da mulher na atenção primária.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/21735
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGENF)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação_ Enf_ Nayara de Jesus Oliveira.pdf1.77 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA