DSpace

RI UFBA >
Instituto de Geociências >
Programa de Pós-Graduação em Geologia (PGGEOLOGIA) >
Teses de Doutorado (PGGEOLOGIA) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/21569

Title: Modelo de Avaliação do Gerenciamento da Água Produzida em Operações de Produção de Petróleo e Gás Natural em Bacias Terrestres Brasileiras
Authors: Vieira, Victor Menezes
???metadata.dc.contributor.advisor???: Ferreira, Doneivan Fernandes
Keywords: Água Produzida;Gerenciamento;Produção de Petróleo;Desenvolvimento de tecnologias
Issue Date: 20-Feb-2017
Abstract: Com a maturidade da produção dos campos de petróleo, a água de formação tem se tornado um dos maiores problemas para a Indústria. Essa água está associada aos reservatórios de petróleo e geralmente é produzida agregada ao fluido de interesse. A partir desse momento é chamada pela indústria do petróleo de água produzida. Seja por questões ambientais, ou por potenciais danos operacionais, a água produzida deve ser gerenciada de tal forma a prevenir ou mitigar esses impactos, uma vez que seus volumes se elevam com o passar da vida útil dos campos. O gerenciamento da água produzida é realizado através de técnicas e tecnologias que visam sua caracterização, separação, tratamento e descarte, além da tentativa de impedir sua produção. As características da água produzida podem variar de acordo com o seu reservatório de origem e as técnicas de recuperação empregadas. Já o potencial de impacto desta água está relacionado a estas características e ao local de destino. Consequentemente, surge a necessidade de técnicas e tecnologias para a caracterização e o tratamento voltado ao destino escolhido para a água produzida. A demanda por novas técnicas e tecnologias é constante no setor de petróleo e gás, pois mesmo com todas as soluções adotadas, ainda existem desafios a serem vencidos. No caso do gerenciamento da água produzida, não é diferente. Esse é um dos fatores que fazem com que a Indústria esteja em constante busca por inovações. Adicionalmente, as leis e regras impostas através dos instrumentos normativos da Agência Reguladora e dos órgãos ambientais contribuem diretamente para a busca da qualidade operacional e ambiental. Essa qualidade pode ser entendida como eficiência ou otimização, que contribui para a continuidade das operações e da atividade, de forma econômica e ambientalmente sustentável. Conforme esse entendimento, o processo decisório quanto à gestão na produção, na movimentação e na destinação final da água produzida deve ser baseado em uma série de fatores técnicos, econômicos, ambientais e regulatórios. Diante disto, no que diz respeito a estes aspectos, o presente trabalho apresenta um modelo simplificado para a gestão da água produzida e movimentada nos campos onshore de petróleo e gás natural do Brasil. A partir deste modelo, são realizadas considerações e recomendações acerca do gerenciamento da água produzida, o processo de empreendedorismo e inovação tecnológica, a regulação ambiental e específica e a sustentabilidade da produção de petróleo e gás natural em campos onshore, inclusive os de acumulação marginal.
ABSTRACT - With the maturity of the production of the oil fields, training of water has become a major problem for the industry. This water is associated with the oil reservoir and is generally produced aggregate to the fluid of interest. From that moment it is called by the produced water oil industry. Whether for environmental issues, or potential operational damage, the water produced must be managed in such a way to prevent or mitigate these impacts, since its volumes rise over the life of the fields. The management of the water produced is carried out by techniques and technologies aimed at the characterization, separation, treatment and disposal, in addition to attempt to prevent its production. The characteristics of the produced water can vary according to its source tank and recovery techniques employed. But the potential impact of this water is related to these characteristics and destination. Consequently, the need arises to techniques and technologies for the characterization and treatment aimed at the chosen destination for the water produced. The demand for new techniques and technologies is constant in the oil and gas industry, because even with all the solutions adopted, there are still challenges to be overcome. In the case of management of produced water, is no different. This is one of the factors that cause the industry is in constant search for innovation. In addition, the laws and rules imposed by the legal instruments of the Regulatory Agency and the environmental agencies contribute directly to the pursuit of operational and environmental quality. This quality can be understood as efficiency and optimization, which contributes to the continuity of operations and activities, economic and environmentally sustainable manner. According to this understanding, the decision-making process regarding the management in the production, handling and disposal of produced water should be based on a number of technical, economic, environmental and regulatory. In view of this, with regard aa these aspects, this paper presents a simplified model for the management of water produced and busy in onshore fields of oil and natural gas in Brazil. From this model, considerations and recommendations on the management of water are carried out produced the entrepreneurial and technological innovation, environmental and specific regulation and the sustainability of oil and natural gas production in onshore fields, including the marginal accumulation.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/21569
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PGGEOLOGIA)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese - Victor Menezes Vieira (pos-defesa) FINAL.pdf5.84 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA