DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Educação >
Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) >
Teses de Doutorado (PPGE) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/19333

Title: Juventude e escola: a constituição dos sujeitos de direito no contexto das Políticas de Ações Afirmativas
Authors: Silva, Naiaranize Pinheiro da
???metadata.dc.contributor.advisor???: Ferreira, Rosilda Arruda
Keywords: Programa de Ação Afirmativa;Juventude;Educação profissional;Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia;Affirmative Action Program;Youth;Vocational education
Issue Date: 1-Jun-2016
Abstract: O debate sobre as ações afirmativas na educação tem muitos aspectos a serem explorados. Em uma sociedade caracterizada por um tipo de racismo que se camufla no mito da existência de uma democracia racial, discutir sobre cotas raciais na educação é penetrar em um terreno cheio de polêmicas e contradições. De outro lado, os estudos sobre juventude têm enfatizado a existência de muitas juventudes tendo em vista que as desigualdades, tanto as sociais como as étnico-raciais produzem diferentes modelos do que é ser jovem, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo. Neste sentido, nosso objetivo com este estudo é estabelecer algumas relações entre juventude, ações afirmativas e educação detro do espaço escolar, elegendo como campo de observação os estudantes do Ensino Médio do IFBA, campus Salvador. Deste modo, iniciamos o estudo pela busca de compreender a própria educação profissional vigente na rede federal, a qual nos primeiros anos do século XXI viveu um intenso processo de transformações e crescimento. É este o contexto de implantação das ações afirmativas, implicando não apenas na ampliação da oferta, como também no ingresso de estudantes de variados grupos sociais, promovendo de certo modo uma maior democratização do acesso. A ampliação do acesso não se dá, entretanto, sem que esses “novos estudantes” passem a demandar um maior cuidado e atendimento ao que se faz na ampliação da Política de Assistência Estudantil dentro dos institutos e não apenas para o Ensino Superior como antes ocorria. Essas políticas voltadas à inclusão de grupos historicamente alijados da educação pública através da rede federal provocam novas reflexões sobre currículo, respeito à diversidade e sobre diversos aspectos que envolvem a permanência dos estudantes na escola. Assim, através da Análise do Discurso de orientação francesa, tomamos o discurso dos estudantes nos voltamos à reflexão sobre a adoção da Política de Ações afirmativas, tendo como foco os sentidos dados por esses jovens sujeitos ao direito à educação e como ele se configura na compreensão dos mesmos. Nesta análise se evidencia a permanência de sentidos já existentes em nossa sociedade manifestos em dicotomias identificadas no debate sociológico, como a dualidade raça/classe e exigência de melhoria da qualidade da escola pública.
ABSTRACT The debate about affirmative action in education has many aspects to be explored. In a society characterized by a kind of racism that is camouflaged in the myth of the existence of a racial democracy, discuss racial quotas in education is to penetrate in a full field of controversy and contradictions. On the other hand, studies of youth have emphasized the existence of many youths with a view that social and ethic minority inequalities produce different models of what being young, not only in Brazil but worldwide. In this sense, our goal with this study is to establish some relationships between youth, affirmative action and education in the school environment, electing as field observation the students of IFBA´s Ensino Médio, campus Salvador. In this way, we had begun the study by seeking to understand the professional education in the Federal System, which in the early years of the twenty-first century lived an intense process of transformation and development. This is the context of affirmative action implementation, involving the expansion of supply, as well as the entry of students from various social groups by promoting somewhat more democratic access. This increased acesse hasn´t happened, however, without these "new students" start to demand greater care and attention to what is done in the expansion of the Student Assistance Policy in the “Institutos” and not just for higher education as before occurred. These policies for the inclusion of groups historically kept out of public education through the Federal System provoke new thinking about curriculum, respect for diversity and on various aspects involving the sucess of students in school. Thus, through the speech of students, we turn to the discussion of the adoption of the Affirmative Action Policy, focusing on the directions given by these young individuals about the right to education and how it is in understanding them. (and how this right is in understanding them). In this analysis shows the persistence of the existing sense in our society, manifested in dichotomies identified in sociological debate, as the duality race/class and demand for improved public school quality
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/19333
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PPGE)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese Naiaranize (1).pdf8.47 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA