DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas (FFCH) >
Programa de Pós-Graduação em História (PPGH) >
Dissertações de Mestrado (PPGH) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/18781

Title: Professor Faustino, o "doutor bota-mão": um "curandeiro" na Bahia do limiar do século XX
Authors: Rocha, Rafael Rosa da
???metadata.dc.contributor.advisor???: Sampaio, Gabriela dos Reis
Keywords: Faustino Ribeiro;Práticas de cura;Saúde;Justiça;Healing practices;Health;Justices
Issue Date: 28-Mar-2016
Abstract: Esta dissertação discute a passagem de Faustino Ribeiro Junior pela Bahia – um “curandeiro” branco, letrado e de família tradicional – colocando em perspectiva a repercussão que ele causou na sociedade da época. Quando passou pelo Estado, nos idos de 1903, no contexto das reformas urbanas e sanitárias, as elites da sociedade baiana viviam numa constante busca pelo que se queria “civilizado”, “progressista” “moderno” em consonância com o discurso da recém-inaugurada República. Nesse cenário, a presença de Faustino fez com que, de maneiras bastante diferentes, periódicos locais que tinha por marca vinculação a grupos políticos utilizassem de sua imagem para tentar se projetarem no jogo político. O curador foi visto pela Inspeção de Higiene como elemento que representava atraso para a sociedade baiana, perseguindo-o e mobilizando os artifícios disponíveis na época para coagir o “curandeiro”. Tem por objetivo apresentar e analisar, no cenário hostil às práticas de cura não oficiais, como as questões de saúde, jurídicas, políticas e sociais permeavam a atuação de Faustino. Buscamos problematizar tais questões para compreender a relação entre a Inspeção de Higiene, “o governo” e a Justiça. Palavras-chave: Faustino Ribeiro; práticas de cura; saúde; justiça.This thesis discusses the presence of Faustino Ribeiro Junior in Bahia - a white 'healer', educated and member of a traditional family - intending to show the impact that he caused on the society of the time. When he was in the State of Bahia in 1903, in the context of urban and health reforms, the elites of Bahian society lived in a constant search for what was understood as "civilized", "progressive", "modern" according to the ideology of the recent Republic. In this scenario, the presence of Faustino has made the local newspapers linked to political groups use their image to try to project themselves in the political game. The curator was seen by the Hygiene Inspection as an element what represented delay for the local society, chasing him and mobilizing the devices available at the time to coerce the "healer". This text aims to present and analyze, in the hostile scenario to healing practices, how health, legal, political and social issues have permeated Faustino's action. We seek to discuss such questions in order to understand the relationship between the Hygiene Inspection, the government and Justice.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/18781
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGH)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação de Rafael Rosa da Rocha.pdf1.2 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA