DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Educação >
Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) >
Dissertações de Mestrado (PPGE) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/18672

Title: Desafios para uma prática inclusiva na educação superior: um estudo de caso na Universidade de Brasília
Authors: Carregosa, Rita de Cássia
???metadata.dc.contributor.advisor???: Bonilla, Maria Helena Silveira
Keywords: Educação superior;Pessoa com deficiência;Educação inclusiva;Políticas de Inclusão;College education;Inclusive education;Disabled people;Inclusion politics
Issue Date: 2-Mar-2016
Abstract: A denominada educação inclusiva é um tema atual, que tem despertado o interesse social, político e acadêmico. Nos últimos anos há uma propagação de políticas e mesmo trabalhos tendo como base o discurso inclusivo, mas, ainda que se fale sobre esse tema, pouco ainda se entende sobre a questão da ‘inclusão’ de pessoas com deficiência na educação superior, mais efetivamente sobre pessoas com deficiência sensorial. Nesta linha, esta dissertação teve como objetivo compreender desafios que se apresentam na educação superior, na perspectiva docente, para a ocorrência de uma prática denominada inclusiva. De maneira específica, procurou discorrer historicamente sobre o processo de exclusão social e educacional da pessoa com deficiência; analisar compreensivamente as políticas direcionadas à inclusão da pessoa com deficiência na educação, e sua reverberação na educação superior; investigar como tem se efetivado e que desafios se apresentam para uma prática considerada inclusiva na educação superior. Para isso, esse trabalho teve como base uma pesquisa empírica, ocorrida na Universidade de Brasília – UnB, de cunho qualitativo, descritiva e explicativa, utilizando a abordagem de estudo de caso. A amostra foi composta por nove docentes da UnB, mas para melhor entendimento da temática, também participaram da pesquisa seis servidores desta universidade, totalizando quinze sujeitos de pesquisa, além de ter sido feita a observação in loco. O estudo oportunizou chegar a inferências e questionamentos a respeito de aspectos essenciais para a prática de uma educação chamada inclusiva: o conceito de inclusão e a conscientização institucional acadêmica sobre esse processo; as políticas nacionais e internacionais, que despertaram para a necessidade de mudanças, mas que ainda não são efetivamente executadas; as dificuldades e desafios para o docente com respeito à formação, a falta de suporte institucional e as barreiras atitudinais; a questão estrutural; a necessidade do aparato tecnológico; bem como, as ações que têm sido concretizadas, para uma prática considerada inclusiva, e que possa favorecer a garantia de direitos incontestes da pessoa com deficiência sensorial na sua formação acadêmica. A essência discursiva teve como viés a cultura inclusiva e a universalização dos acessos, numa perspectiva de direitos iguais que favoreça a ação docente e a plena formação da pessoa com deficiência.
ABSTRACT The inclusive education is a current theme, that has aroused a social, political and academic interest. In the last years there’s a prorogation of politics and even works having as a base the inclusive discourse, despite of this subject is mentioned, very little is understood about the inclusion of disabled people in the college education, more specifically on sensory disability. In this line, this dissertation has as main goal to comprehend challenges that are presented in college education, in the perspective professors, for the occurrence of a practice called inclusive. In a specific manner, it aimed to talk historically about the process of educational and social exclusion of a person with special needs; to analyze comprehensively the politics that focus on inclusion of a person with special needs in the education, and its reverberation in the university education; to investigate how it has become efficient and the challenges have been presented for a practice that is considered inclusive in the university education. For this, this work has as a base an empiric research that took place in the University of Brasília – UnB. The research was qualitative, explanatory and descriptive nature, using a study of case approach. The sample was composed by nine professors from UnB, and for a better comprehension six public workers from this institution took part as well, totaling fifteen research individuals, beyond “in loco” observation has been made. The study provided to reach inferences and questions about the essential aspects for a practice of an education called inclusive: the concept of inclusion and the academic institutional consciousness about this process; national and international politics that have aroused for a necessity of change, however they are not effectively applied yet; the teaching difficulties and the challenges related to the formation; the lack of institutional support and attitudinal barriers; the structural issue; the need of technology resources; the actions that have been done; to favor an inclusive practice; the incontestable guarantees of disabled people to university degree. The discursive essence had as a bias the inclusive culture and the universalization of the accesses, in a perspective of equal rights that favors the teaching actions and the total formation of a disabled person.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/18672
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGE)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação de Mestrado - Cássia Carregosa.pdf3.58 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA