DSpace

RI UFBA >
Escola Politécnica >
Programa de Pós-Graduação em Engenharia Industrial (PEI) >
Teses de Doutorado (PEI) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/18148

Title: Seis sigma em grandes indústrias no Brasil: problemas de implementação e fatores críticos de sucesso
Authors: Jesus, Abel Ribeiro de
???metadata.dc.contributor.advisor???: Lepkison, Herman Augusto
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Cavalcante, Carlos Arthur Mattos Teixeira
Keywords: Seis Sigma;Qualidade;Administração da produção;Indústria
Issue Date: 20-Oct-2015
Abstract: Este trabalho buscou identificar o estágio, aspectos positivos e deficiências na implantação dos programas Seis Sigma nas empresas no Brasil, visando contribuir para melhoria da competitividade das mesmas e consequentemente do país. Foi conseguido um número expressivo de 104 questionários de 29 empresas contemplando opiniões de quatro níveis organizacionais diferentes, o que é um diferencial deste trabalho. Foi avaliado o uso de 26 práticas de gestão inerentes ao Seis Sigma, bem como foi avaliada a importância de 19 Fatores Críticos de Sucesso - FCSs, comparando estes com os pesquisados em 26 artigos abrangendo 13 países. Os resultados da pesquisa constatam que o Seis Sigma no Brasil está sendo aplicado principalmente em grandes empresas industriais, similarmente ao que ocorre em outros países. A implantação do programa no Brasil ocorreu entre os anos de 1999 e 2009, estando bem avaliado pelos respondentes da pesquisa, seguindo padrões internacionais na forma, porém com muito menor intensidade de implantação. Análise Fatorial foi realizada para as Práticas e para a Importância dos FCSs. A comparação entre os três construtos das Práticas e dos FCSs revelou o essencial para o sucesso do Seis Sigma que é, em primeiro lugar, o “Comprometimento da alta administração”, fator sempre posicionado em primeiro lugar nas pesquisas internacionais. Em segundo temos o “Sistema de gestão” que constitui uma base sobre a qual se assenta o Seis Sigma. Em terceiro, vem os “Requisitos para o Seis Sigma”, que é mais específico para o caso das práticas de gestão que foca no papel dos Champions e dos Black Belts. Verificamos haver uma lacuna na quantidade destes profissionais e que os mesmos não dedicam tempo integral na resolução dos problemas estratégicos das empresas o que retarda os projetos e consequentemente os resultados do programa Seis Sigma. Foi verificado existir também outra lacuna, que é a “Ligação do Seis Sigma com os interesses dos clientes”, sendo necessário que as empresas apliquem mais o Design For Six Sigma – DFSS para desenvolver produtos que atendam aos clientes já com qualidade Seis Sigma. Foi também constatado que nem no Brasil nem no exterior dois FCSs não estão sendo considerados importantes, o que pode ser um equívoco, que são a “Ligação do Seis Sigma com um sistema de benchmarking” e um “Programa de Incentivos e bônus”, podendo estes alavancarem um programa quando bem implementados. Um programa Seis Sigma seguindo os achados desta pesquisa terá amplas possibilidades de sucesso, podendo contribuir para a competitividade de nossas empresas, algo que se encontra na fronteira das preocupações atuais do país.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/18148
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PEI)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TESE - Rev pós Defesa rev Mau1 ARJ 5.pdf2.05 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA