DSpace

RI UFBA >
Instituto de Saúde Coletiva - ISC >
Dissertações de Mestrado Acadêmico (ISC) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/17908

Title: Caracterização dos inaptos sorológicos antes e depois da implantação do teste de ácido nucléico no Sistema Único de Saúde na Bahia.
Authors: Piñero, Thiago Serafin Graña
???metadata.dc.contributor.advisor???: Melo, Cristina Maria Meira de
Keywords: Serviço de Hemoterapia;Transfusão de Sangue;Transmissão de Doença Infecciosa;Infecções por HIV;Infecções por Hepatite C;Infecções por Sífilis;Infecções por Doença de Chagas;Infecções por Hepatite B;Doadores de Sangue;Fatores de Risco;SUS;Hematology Service;Blood Transfusion;Infectious Disease Transmission;HIV infections;Infections Hepatitis C;Infections Chagas Disease;Infections Hepatitis B
Issue Date: 13-Jul-2015
Abstract: A Constituição Cidadã de 1988 garante a saúde como direito dos brasileiros, atribuindo às esferas públicas a obrigação de articular ações de promoção, prevenção e recuperação da saúde, admitindo assim a existência de vulnerabilidade nos grupos populacionais e tornando a garantia da segurança na produção do sangue e seus componentes um desafio permanente ao Sistema Único de Saúde. Isto exige a implantação de sistemas funcionais que minimizem a probabilidade de uma unidade infectada ser transfundida. Esse estudo descreve as características que compõem os grupos de candidatos inaptos sorológicos antes e depois da implantação de uma nova tecnologia para a detecção mais rápida e eficaz de doenças infectocontagiosas, o teste de ácido nucleico (NAT). O conhecimento obtido pelo estudo pode auxiliar na adoção de ações de prevenção e proteção à saúde da população de acordo com princípios éticos que privilegiam o bem estar dos usuários e da comunidade. Trata-se de um estudo descritivo de corte transversal de natureza quantitativa. Utilizou-se dados alimentados no sistema operacional Hemovida pelo hemocentro coordenador da Bahia e foram analisados descritivamente e apresentados em gráficos e tabelas. Durante os dois períodos estudados (antes e após o uso do teste NAT) não se evidenciou achado em janela imunológica para HIV e HCV nos 2275 testes sorológicos utilizando biologia molecular. Dos testes Elisa que positivaram para HIV e HCV 85,2% e 93,7% foram respectivamente indetectáveis pelo método de biologia molecular NAT. Os resultados desse estudo, considerando seus limites, não evidenciaram ganho na segurança transfusional após a inserção do NAT no SUS da Bahia. Também não foram evidenciadas mudanças nos perfis dos inaptos sorológicos antes e depois da introdução do teste NAT. Dentre as recomendações destaca-se a necessidade dos gestores do hemocentro intervirem no achado de alta prevalência de exames positivos para sífilis.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/17908
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado Acadêmico (ISC)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISS MP. THIAGO GRANA PINEIRO. 2015.pdf1.72 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA