DSpace

RI UFBA >
Escola de Administração >
Núcleo de Pós-Graduação em Administração (NPGA) >
Dissertações de Mestrado Acadêmico (NPGA) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/17590

Title: Interação universidade-empresa-governo a partir da análise de grupos de pesquisa: o caso da UFBA no período de 2002-2010
Authors: Santos, Morjane Armstrong
???metadata.dc.contributor.advisor???: Quintella, Rogério Hermida
Keywords: Grupos de Pesquisa;Inovação;Interação Universidade-Empresa- Governo;Research Groups;University-Industry-Government Interaction
Issue Date: 5-May-2015
Abstract: O presente estudo tem como objetivo analisar o fenômeno da interação Universidade- Empresa-Governo (U-E-G) a partir dos grupos de pesquisa da Universidade Federal da Bahia- UFBA no período de 2002 a 2010. Tal pesquisa justifica-se pela relevância do processo de interação Universidade – Empresa que, além de ser um fenômeno crescente que promove a inovação na sociedade, para muitos autores, contribui para o desenvolvimento industrial, científico, tecnológico e econômico de Regiões e Países. Trata-se de uma pesquisa exploratória, que se divide em duas etapas: coleta e análise de dados sobre grupos de pesquisa da UFBA e suas interações com empresas, por meio da base de dados do Diretório dos Grupos de Pesquisa no Brasil, do CNPq; e aplicação de questionário aos líderes de grupos de pesquisa previamente selecionados com base em critérios de intensidade de interação com empresas. Os resultados encontrados apontam para o crescimento da atividade de interação entre os grupos de pesquisa da UFBA e as empresas, ao longo do período estudado, bem como para o fato de que a presença de bolsistas de produtividade do CNPq nos grupos de pesquisa influencia positivamente na intensidade desta interação. Outra importante conclusão é a liderança da Grande Área das Engenharias na comparação com as demais, em relação à interação U-E. Reconhece-se, ainda, o importante papel do governo no estímulo à interação, especialmente a partir da formulação de políticas e leis de estímulo à inovação. This study aims to analyze the phenomenon of interaction university-ompanygovernment U-C-G) from the Federal University of Bahia (UFBA) research groups, during the period of 2002 to 2010. Such research is justified by the relevance of the interaction process university-company for the promotion of innovation in society as a whole. For many authors this is a growing phenomenon that contributes to the industrial, scientific, technological and economic development of regions and countries. This is an exploratory research, which is divided into two steps: collection and analysis of data on research groups at UFBA and their interaction with companies, through the database Group Directory of the Research in Brazil, by CNPQ and a questionnaire to leaders of groups of previously selected search based on criteria of intensity of interaction with companies. The results show us the growth of activity interaction between research groups of UFBA and companies throughout the period as well as to the fact that the presence of scholars of productivity CNPq research groups positively influences the intensity of this interaction. Another important conclusion is the leadership of the great areas of engineering in comparison with other areas regarding this interaction. Government plays an important role in stimulating interaction, especially from the formulation of laws and policies to stimulate innovation.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/17590
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado Acadêmico (NPGA)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Santos, Morjane Armstrong.pdf928.4 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA