DSpace

RI UFBA >
Instituto de Ciências da Saúde - ICS >
Programa de Pós-Graduação em Imunologia - (PPGIM) >
Teses de Doutorado (PPGIM) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/17299

Title: O papel dos linfócitos t cd8+ na infecção subclínica causada por leishmania braziliensis
Authors: Cardoso, Thiago Marconi de S.
???metadata.dc.contributor.advisor???: Bacellar, Maria Olívia Amado Ramos
Keywords: Leishmaniose tegumentar americana;Infecção subclínica Leishmania braziliensis;Linfócitos T CD8+
Issue Date: 30-Mar-2015
Abstract: Introdução: A leishmaniose cutânea (LC) causada por Leishmania braziliensis é caracterizada por uma forte resposta tipo Th1, que está envolvida no desenvolvimento das lesões. Em áreas endêmicas de transmissão de L.braziliensis, indivíduos que apresentam reação de hipersensibilidade tardia positiva para antígeno de leishmania (SLA) e sem história atual ou passada de doença são considerados como tendo uma infecção subclínica (SC). Esses indivíduos produzem menos IFN- e TNF-α em comparação com pacientes com LC e os mecanismos pelos quais os indivíduos SC controlam a infecção ainda não são compreendidos Objetivo: O objetivo deste estudo é caracterizar o papel de células T CD8+ na infecção SC e em pacientes com LC. Materiais e Métodos: Os monócitos isolados a partir de células mononucleares do sangue periférico (CMSP) de indivíduos LC e SC foram infectados com L.braziliensis e co-cultivadas com células T CD8+. A avaliação da infecção de monócitos, marcadores citotóxicos e a apoptose de células alvo foi realizada por citometria de fluxo (FACS). A frequência de células T e a produção intracelular de IFN- após estimulação com SLA foi avaliada por FACS. A avaliação da granzima B (GrB) nos sobrenadantes de co-cultura foi realizada por ELISA Resultados: Apesar de não haver diferença na frequência de células T CD4+ e CD8+ entre indivíduos SC e pacientes com LC, após estimulo com SLA observou-se que células T CD8+ são a principal fonte de IFN- em indivíduos SC. Os monócitos de indivíduos SC foram menos susceptíveis à infecção do que os monócitos de LC. As células T CD8+ de pacientes com LC apresentaram um maior efeito citotóxico sobre monócitos infectados em comparação com células T CD8+ de indivíduos SC. Além disso, a produção de GrB por células T CD8+ foi superior em LC do que em indivíduos SC Conclusão: Esses resultados sugerem que enquanto em indivíduos SC as células T CD8+ apresentam funções inflamatórias associadas a bom prognóstico, nos pacientes com LC estas células parecem estar mais envolvidas na patologia.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/17299
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PPGIM)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese_ICS_Thiago Marconi de Souza Cardoso.pdf2.55 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA