DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Odontologia >
Programa de Pós-Graduação em Odontologia e Saúde >
Dissertações de Mestrado (POSDONTO) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/16433

Title: Fatores associados à prevalência de cárie e lesões cervicais de origem não bacteriana em população de trabalhadores da indústria
Authors: Silva, Kátia Maria Gally da
???metadata.dc.contributor.advisor???: Cangussu, Maria Cristina Teixeira
Keywords: Saúde bucal;Saúde do trabalhador;Epidemiologia
Issue Date: 21-Oct-2014
Abstract: A cárie ainda é um problema de saúde pública sendo responsável por diversos agravos e perdas dentárias, interferindo não só na saúde bucal, mas, na capacidade de concentração e produtiva dos indivíduos. Com o envelhecimento da população brasileira, outras doenças como as Lesões Cervicais de Origem não Bacteriana (LCONB) vêm surgindo e deteriorando a estrutura dental, comumente são observadas nas superfícies vestibulares e linguais na junção cemento – esmalte, e surgem a partir da ação elementos decorrentes de exposições físicas, químicas ou biológicas sofridas pelos indivíduos. Desenvolveu-se portanto, um estudo de corte transversal com trabalhadores da indústria atendidos pelo SESI no ano de 2011, em seis estados brasileiros mais o Distrito Federal que utilizaram a FSBT (Ficha de Saúde Bucal do Trabalhador), totalizando 1666 registros. O objetivo foi identificar e analisar prováveis fatores de ordem socioeconômica, ocupacional, e individuais (hábitos e estilos de vida) associados à ocorrência de cáries e/ou lesões cervicais de origem não bacteriana (LCONB). Foram utilizados dados secundários provenientes dos prontuários dos trabalhadores examinados no ano de 2011. Procedeu-se a análise descritiva de indicadores sociodemográficos, ocupacionais e individuais (hábitos e estilos de vida) e análise exploratória de associação bivariada através do teste do qui-quadrado. A análise multivariada também foi realizada e todas as variáveis que mostraram significância estatística com um p ≤ 0,20 foram consideradas no modelo saturado da Análise de Regressão Logística. Observou- se uma predominância do sexo masculino (68,43%), trabalhadores com até ensino médio completo (79,05%) e faixa de renda de até 2 salários mínimos(81,27%). Do total, 52,16% dos trabalhadores pertenciam ao ramo de alimentos e bebidas. Confirmou-se associação positiva à presença de cárie estar exposto a agentes químicos (OR ajustada = 1,88; 95% IC= 1,41-2,51), permanecer no mesmo cargo por 6 anos ou mais (OR ajustada = 1,36; 95% IC= 1,10-1,68) e necessitar do uso de próteses (OR ajustada.= 2,11 IC95%:1,71-2,59). Esteve associado a um menor acometimento por cáries pertencer à raça preta / parda (OR ajustada = 0,77; IC95% = 0,61-0,98) e não utilizar próteses dentárias (OR ajustada = 0,54 IC95%= 0,41- 0,79). Encontrou-se associação positiva entre LCONB e ter idade superior a 33 anos (OR ajustada = 1,03; 95% IC= 1,01-1,05), o não uso obrigatório de máscaras (OR ajustada= 1,84 IC95% = 1,18- 2,85), bem como, o não trabalho em turno diurno (OR ajustada = 1,17; 95%IC= 1,01-1,37) e a necessidade de próteses dentárias (OR ajustada= 1,87; 95%IC= 1,23- 2,84). Estes resultados elucidam a importância de programas de saúde bucal, inseridos no ambiente laboral, para tratamento dos problemas instalados e prevenção da ocorrência de novos danos à cavidade bucal.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/16433
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (POSDONTO)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertação_ODONTO_ Kátia Maria Gally da Silva.pdf2.91 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA