DSpace

RI UFBA >
Instituto de Ciências da Saúde - ICS >
Programa de Pós-Graduação em Processos Interativos dos Órgãos e Sistemas (PPGORGSISTEM) >
Dissertações de Mestrado (PPGORGSISTEM) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/15741

Title: Perfil linfocitário de indivíduos infectados pelo vírus da hepatite B
Authors: Lopes, Taís Gardênia Santos Lemos
???metadata.dc.contributor.advisor???: Freire, Songeli Menezes
Keywords: Hepatite B;Linfócitos;Imunofenotipagem- tratamento
Issue Date: 29-Aug-2014
Abstract: Resultados: O vírus da hepatite B (HBV) é um vírus envelopado cujo material genético é armazenado sob a forma de DNA de fita dupla, pertencente à família Hepadnaviridae e que apresenta um tropismo primário por células hepáticas. O HBV é transmitido principalmente pelas vias parenteral e sexual e é considerado 50 a 100 vezes mais infeccioso que o HIV. A hepatite B desencadeia uma resposta imune mediada por células, principalmente por células T e células Natural Killer (NK), consideradas principais responsáveis pela lesão hepática. Objetivo: O objetivo deste trabalho foi avaliar o perfil linfocitário em sangue periférico de indivíduos no curso da infecção pelo vírus da hepatite B. Material e métodos: Foi realizada a contagem total dos leucócitos (citômetro automatizado – Wiener lab. Counter 19) e a contagem linfocitária por análise imunofenotípica em citometria de fluxo (FACSCalibur – BD, software Cell Quest, utilizando os kit Lymphogram® e Perfect-Count Microspheres®), identificando os valores relativos e absolutos de linfócitos B, linfócitos T totais, linfócitos T auxiliar, linfócitos T citotóxicos e células NK de 50 voluntários com hepatite B crônica e 41 voluntários não infectados. Foram realizadas comparações quanto ao tratamento e à carga viral. Os softwares SPSS versão 18 e GraphPad versão 5 foram utilizados para o cálculo. Resultados: Não foram encontradas diferenças nos leucócitos totais e nos linfócitos B entre as populações estudadas. As populações de linfócitos T e de linfócitos T citotóxicos, independente do tratamento e da carga viral, apresentaram-se menores nos indivíduos com hepatite B, enquanto que os valores das células NK foram maiores nos mesmos indivíduos. Conclusão: O perfil linfocitário dos indivíduos infectados pelo HBV apresentou uma diminuição de linfócitos T e de linfócitos T citotóxicas e um aumento de células NK.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/15741
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGORGSISTEM)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
dissertacao_TAIS_GARDENIA_LOPES_definitiva.pdf3.51 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA