DSpace

RI UFBA >
Instituto de Ciências da Saúde - ICS >
Programa de Pós-Graduação em Processos Interativos dos Órgãos e Sistemas (PPGORGSISTEM) >
Dissertações de Mestrado (PPGORGSISTEM) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/15531

Title: Impacto da assistência em Centro-Dia na cognição, funcionalidade, medo e risco de quedas e qualidade de vida de idosos
Authors: Pinheiro, Igor de Matos
???metadata.dc.contributor.advisor???: Alves, Crésio de Aragão Dantas
Keywords: Saúde do Idoso;Geriatria;Saúde;Acidentes
Issue Date: 9-Aug-2014
Abstract: Introdução: O envelhecimento é um processo complexo e dinâmico que envolve todos os órgãos e sistemas, sendo necessárias ações preventivas e de promoção de saúde que proporcionem ao idoso uma otimização da capacidade funcional e cognitiva e maior integração na sociedade. A modalidade de assistência centro-dia é uma estratégia de atenção integral ao idoso que proporciona o atendimento das necessidades básicas mantendo-o no convívio familiar com reforço da sua autonomia, bem-estar e socialização. Objetivo: Avaliar o impacto da assistência em centro-dia na cognição, funcionalidade, medo e risco de quedas e qualidade de vida de idosos. Adicionalmente, este estudo teve como objetivos secundários: caracterizar clínica e funcionalmente esses idosos; comparar estado cognitivo, capacidade funcional, medo e risco de quedas e qualidade de vida durante os períodos sem acompanhamento e com acompanhamento da equipe multidisciplinar do centro-dia; e identificar a frequência e características das quedas nessa população. Métodos: Estudo de coorte concorrente e não concorrente com caráter quasi-experimental. A amostra foi composta por todos os idosos da comunidade, acompanhados na modalidade de assistência no Centro-dia das Obras Sociais Irmã Dulce, Salvador, Bahia, Brasil, que participaram regularmente das atividades terapêuticas do grupo, no período de outubro de 2012 a maio de 2013. Os indivíduos selecionados foram submetidos a três momentos de coleta dos dados, sendo estabelecidos períodos sem e com assistência da equipe multidisciplinar. A análise estatítistica consistiu na avaliação descritiva das variáveis do estudo. Resultados: A maioria dos idosos era do gênero feminino (92,3%), com idade ≥ 70 anos (80,7%), 1 a 3 anos de escolaridade (65,4%), não utilizava dispositivo auxiliar de marcha (92,3%) e contava com 4 a 6 anos de acompanhamento do grupo centro-dia (30,8%). Todos os 52 pacientes estudados apresentaram cognição preservada durante as três etapas da coleta. Durante o acompanhamento na modalidade de assistência centro-dia para cada idoso com risco de quedas, quatro deixaram de ter risco (relação 1:4,66); para cada indivíduo que reduziu capacidade funcional nas atividades de vida diária, outro apresentou melhora (relação 1:1,28); para cada idoso que teve declínio funcional nas atividades instrumentais da vida diária, três apresentaram melhora funcional (1:3,11). Houve manutenção do medo de queda, melhora no domínio “vitalidade” e manutenção dos demais índices da qualidade de vida nesse período. Conclusão: O acompanhamento de idosos da comunidade na modalidade de assistência centro-dia promoveu impacto favorável na condição de saúde, resultando em redução do risco de quedas e na manutenção da autonomia e independência.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/15531
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGORGSISTEM)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
PINHEIRO, Igor de Matos.pdf1.81 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA