DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Medicina da Bahia >
Artigos Publicados em Periódicos (Medicina) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/14270

Title: Avaliação das variações hemodinâmicas durante a indução anestésica em pacientes hipertensos tratados
Other Titles: Brazilian Journal of Anesthesiology
Authors: Silva Neto, Walter Viterbo da
Azevedo, Giselli Santos
Coelho, Fernanda Oliveira
Martins Netto, Eduardo
Ladeia, Ana Marice Teixeira
Keywords: Anestesia - Indução;Doenças - Hipertensão Arterial;Sistema Cardiovascular - Alterações hemodinâmicas
Issue Date: 2008
Abstract: Justificativa e objetivos: Devido à alta prevalência da hipertensão arterial sistêmica, ao aumento da expectativa de vida e ao aprimoramento dos métodos diagnósticos e das técnicas cirúrgicas, essa comorbidade tornar-se-á comum em pacientes cirúrgicos. O objetivo deste estudo foi avaliar o comportamento das variáveis hemodinâmicas dos pacientes hipertensos tratados durante a indução anestésica. Método: Estudo observacional sobre o comportamento das variáveis hemodinâmicas (pressão arterial sistólica, pressão arterial diastólica e freqüência cardíaca) durante a indução anestésica dos pacientes hipertensos e normotensos, escalados para operações eletivas submetidos à anestesia geral em quatro momentos consecutivos durante a indução anestésica: preparo (MP), fármaco (MF), laringoscopia/intubação (ML) e laringoscopia/intubação 5 min (ML5). Resultados: A amostra foi composta por 128 pacientes distribuídos nos grupos de pacientes hipertensos (GH) e normotensos (GN). Houve diminuição da PAD no momento MF em ambos os grupos, com menor redução percentual no GH (18,3 ± 14,0% versus 23,0 ± 11,4%, p = 0,04). Houve aumento das PAS e PAD no momento ML em ambos os grupos, com menores elevações percentuais no GH (8,2 ± 16,3% versus 18,2 ± 21,2%, p < 0,01; 8,6 ± 20,2% versus 25,0 ± 27,9%, p < 0,01; respectivamente para PAS e PAD). Quanto à PAS e PAD, após ML5, e à FC não houve diferença entre os grupos. Conclusões: Os pacientes hipertensos tratados com níveis pressóricos controlados apresentaram maior estabilidade hemodinâmica durante a indução anestésica.
Description: Texto completo: acesso restrito. p. 330-341
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/14270
ISSN: 0034-7094
Appears in Collections:Artigos Publicados em Periódicos (Medicina)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
0034-70942008000400002.pdf71.69 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA