DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Comunicação >
Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas >
Cibercultura >
Dissertações de Mestrado (Pós-Com_Cibercultura) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/13948

Title: De volta ao passado nos dez anos do 11/09: tessitura da memória em uma nova ecologia das mídias
Authors: Martins, Allysson
???metadata.dc.contributor.advisor???: Palacios, Marcos
Keywords: Memória;Webjornalismo;11 de setembro;Ecologia das mídias
Issue Date: 26-Nov-2013
Abstract: Existe um alargado entendimento acadêmico de que a memória na internet adquire uma nova configuração e uma nova ecologia não observadas nos meios predecessores, levando ao desenvolvimento de rupturas em sua utilização. Observamos seus usos mais avançados em uma ocasião favorável para que isso ocorresse. A comemoração/celebração sobre os dez anos dos ataques do 11 de setembro de 2001 possibilitou um momento próprio a ser estudado não apenas em função das novas lógicas e estruturas mnemônicas que emergiram em tal situação, mas também pela importância que foi o acontecimento, causando modificações nas práticas jornalísticas, de modo geral, e no incipiente webjornalismo, de modo particular. Somam-se a esses fatores, a posição privilegiada do conteúdo através da criação de “especiais” e de páginas próprias. Partimos da premissa de que todo o engajamento para uma utilização eficiente e eficaz da memória na internet deveria tornar-se saliente nas publicações jornalísticas sobre essa comemoração/celebração. Para verificar como a memória foi utilizada enquanto recurso produtivo na tessitura do (web)jornalismo, realizamos uma pesquisa de observação e analítica sobre as publicações do decenário do 11/09 nos sites dos jornais O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo, The Guardian e The New York Times. O primeiro caminho de análise nos permitiu perceber aspectos estáticos, dinâmicos e inovações da memória. Em outro momento, associamos conceitos, recursos e termos sobre a memória jornalística, levantados em textos acadêmicos sobre o assunto, e buscamos identificá-los no material produzido pelos quatro veículos incluídos no corpus. O uso da memória se tornou comum na produção jornalística na web, embora esteja ocorrendo de modo automático, algorítmico, pouco eficiente ou inovador; sua utilização traz qualidade ao conteúdo noticioso, mas não modifica a rotina e o trabalho do jornalista profundamente, em função da automatização.
URI: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/13948
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (Pós-Com_Cibercultura)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Allysson Viana Martins.pdf13.99 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA