DSpace

RI UFBA >
Escola de Dança >
Programa de Pós-Graduação em Dança (PPGDANCA) >
Dissertações de Mestrado (PPGDANCA) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/13061

Title: Dança como campo de ativismo político: o bicho caçador
Authors: Correia, Verusya
???metadata.dc.contributor.advisor???: Britto, Fabiana Dultra
Keywords: Dança;Ambiente Urbano;Coimplicação;Ativismo político;Cultura - Aspectos políticos - Itacaré, Bahia
Issue Date: 26-Sep-2013
Abstract: Esta pesquisa investiga a hipótese de que a dança pode ser uma forma de ativismo político, quando seu modo de produção e de ocorrência acontecem à margem das normas do mercado e do sistema oficial de profissionalização. Pretende-se mostrar que as danças criadas como manifestações populares de grupos sociais espontaneamente organizados, que ocorrem na rua e se baseiam nas suas experiências cotidianas dos espaços públicos em que vivem, produzem um tipo de transgressão das normas tanto de organização urbanística quanto da dinâmica sócio-urbana vigente e da própria prática artística coreográfica, na medida em que subvertem a lógica segregatória e espetacular que se impõe atualmente como modelo hegemônico de cidade, de arte e inclusive de corporalidade (Britto e Jacques, 2008, 2010). O objeto tomado para análise é a manifestação anual do Bicho Caçador, criada e realizada pelos habitantes do bairro Porto de Trás, na cidade de Itacaré (BA). Partindo da minha própria experiência de coreógrafa mobilizada por questões de segregação social, o estudo se desenvolve articulando depoimentos coletados e dados históricos contextuais, com as noções de coimplicação entre corpo e ambiente (Britto, 2008), corpografia urbana (Britto e Jacques, 2008, 2010) e profanação (Agamben, 2007), para mostrar como o Bicho Caçador transgride (desde o nome) as regras de convívio e ocupação do espaço urbano, pelo seu uso dessacralizador da segregação espacial, sócio-econômica e étnico-cultural vigentes na cidade. Pretende-se, desse modo, sugerir que a dança pode ser um tipo de ação crítica, de desvio ou resistência aos modelos hegemônicos de pensamento e comportamento promotores da espetacularização – papel que denominaremos de ativismo político.
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/13061
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGDANCA)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Dissertacao Verusya .pdf3.04 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA