DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Educação >
Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) >
Dissertações de Mestrado (PPGE) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/12500

Title: Gestão acadêmica do projeto-político dos cursos de ciências contábeis: entre as recomendações legais e as vivências nos bastidores da coordenação de curso
Authors: Guimarães, Isac Pimentel
???metadata.dc.contributor.advisor???: Ferreira, Rosilda Arruda
Keywords: Coordenador de Curso;Ciências Contábeis;Diretrizes Curriculares Nacionais;Gestão Acadêmica;Projeto Político-Pedagógico;Planejamento educacional;Currículos
Issue Date: 2011
Abstract: O presente trabalho tem como objetivo investigar o processo de Gestão Acadêmica desenvolvido pelos Coordenadores de Curso de Graduação em Ciências Contábeis oferecidos pelas IES públicas do Estado da Bahia, diante dos desafios para a adequação do PPP do Curso às DCN. Para dar conta de atingir o objetivo proposto, desenvolveu-se uma pesquisa de campo de tipo descritivo-exploratória, de abordagem qualitativa, em duas fases: a primeira, realizada com base em análise documental dos PPP das IES em que se buscou identificar o modelo pedagógico estruturante da gestão acadêmica como sustentação para atuação do Coordenador, e caracterizar as respostas que os PPP trazem aos desafios postos pelas DCN; e a segunda, feita a partir de entrevistas estruturadas individuais com os Coordenadores de Curso em que se buscou apreender as vivências dos Coordenadores e a realidade da gestão acadêmica. Sendo assim, as categorias mais amplas do estudo foram definidas e analisadas com base nos seguintes aspectos referentes aos Cursos Ciências Contábeis: perfil acadêmico-profissional do Coordenador, referenciais do PPP, contexto do curso, organização curricular e os desafios institucionais e/ou profissionais frente à gestão acadêmica. Com relação aos aspectos analisados, a pesquisa identificou os seguintes resultados: pouco envolvimento dos Coordenadores em atividades de grupos de pesquisa; atuação em média de dois anos na coordenação de curso; atividade docente como lugar mais confortável para atuação profissional e a opção pela coordenação enquanto demanda e/ou necessidade específica das IES. Os dados revelaram, ainda, que dos sete cursos de Ciências Contábeis apenas quatro projetos contemplaram com evidências completas os aspectos analisados frente às DCN. Para os Coordenadores, esse fato se dá em virtude dos PPP dos cursos se constituírem em planos isolados e voltados para si mesmos; pela ausência de dedicação exclusiva e comprometimento por parte de coordenadores anteriores; do PPP, no caso de alguns cursos, terem sido pensados por um grupo muito restrito de professores; pela ausência de capacitação didático-pedagógica dos professores de Contabilidade; pelo quadro docente ser insuficiente e pouco diversificado, tendo em vista as demandas sociais e de infraestrutura do curso; ausência de uma política para formação docente e para produção científica, aliada à resistência pela formação continuada e, por extensão, deficiências em relação à biblioteca das instituições. Em suma, estes dados permitem uma reflexão, ou melhor, inventar e reinventar os bastidores da gestão acadêmica, pois se espera que a formação do Coordenador de Curso seja pensada e executada institucionalmente de forma sistemática, já que a assistematicidade de sua atuação e o “amadorismo” daí decorrente, geram nítidos problemas a gestão do curso.
Description: 183 f.
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/12500
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGE)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Isac Pimentel Guimarães.pdf1.96 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA