DSpace

RI UFBA >
Instituto de Psicologia >
Programa de Pós-Graduação em Psicologia (PPGPSI) >
Teses de Doutorado (PPGPSI) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/12359

Title: O trabalho psicanalítico no ambulatório do Hospital Juliano Moreira: reflexões sobre a clínica do sujeito
Authors: Andrade Filha, Lêda Lessa
???metadata.dc.contributor.advisor???: Fernandes, Andréa Hortélio
Keywords: Psicanálise;Clínica do sujeito;Ambulatório em saúde mental;Diagnóstico psicanalítico;Psychoanalysis;Clinic of the subject;Outpatient care in mental health;Psychoanalytic diagnosis
Issue Date: 2013
Abstract: Esta tese de doutorado em Psicologia tem como tema a clínica do sujeito no atendimento psicanalítico ambulatorial no Hospital Juliano Moreira (HJM), na cidade de Salvador, Bahia. A questão central da qual o trabalho se ocupa é relativa às especificidades para se exercer, no espaço ambulatorial do referido hospital, uma clínica do sujeito referendada pela psicanálise. O desenvolvimento deste tema dá-se a partir do estudo de três casos atendidos por mim nessa unidade, os quais são abordados tendo como eixo principal a questão do diagnóstico. Esta escolha deve-se ao fato de que, em todos os casos, a dúvida em se estar diante de uma neurose ou de uma psicose em algum momento do tratamento se interpõe, e o modo como este problema é tratado na psicanálise é revelador da clínica do sujeito, clínica que se pauta pela escuta da fala do paciente, por meio da qual o sujeito pode advir. Distinguindo-se da anamnese psiquiátrica, na qual diagnóstico e terapêutica são momentos distintos, a construção do diagnóstico na psicanálise acontece no próprio tratamento, articulando-se o particular da referência diagnóstica com o que é da ordem do sujeito do inconsciente. O interesse pelo tema se justifica por minha trajetória enquanto psicóloga naquela unidade há doze anos, e a pesquisa dá continuidade aos estudos sobre o sujeito na psicanálise iniciados no mestrado cursado na Universidade de Brasília. A sua relevância reside no fato de produzir reflexões que podem se tornar úteis não somente aos profissionais que pautam suas práticas pela psicanálise, mas àqueles envolvidos com o campo da saúde mental, uma vez que o interesse pelo tema do sujeito tem sido revigorado com as mudanças advindas no esteio da Reforma Psiquiátrica, e a ascendência de práticas voltadas para o cuidado e para a tutela. O problema da pesquisa é descrito sob a forma da pergunta: Quais as especificidades para se construir e sustentar, a partir da psicanálise, uma clínica do sujeito no trabalho ambulatorial do HJM?. Estabeleço como objetivo geral examinar o trabalho realizado no ambulatório do HJM, a partir de três casos atendidos neste hospital, buscando caracterizar, com a psicanálise, a clínica do sujeito, tendo como eixo de análise a construção do diagnóstico. Para tanto, apresento uma breve descrição da história da loucura e da psiquiatria no Brasil, e contextualizo o HJM; especifico a concepção psicanalítica de sujeito, e analiso diferentes discursos que atravessam as práticas no hospital (do cuidado e da assistência, médica-psiquiátrica, da atenção psicossocial, psicanalítica); ocupo-me da metapsicologia sobre a psicose em Freud e Lacan; e trabalho os três casos clínicos, mostrando como ocorre a construção do diagnóstico em psicanálise, e, portanto a clínica do sujeito. O método adotado é o estudo de caso psicanalítico, e a teoria psicanalítica é o marco teórico fundamental, em que privilegio a obra de Freud e a de Lacan, através dos textos originais, e dos legados de seus seguidores. The theme of this doctoral thesis in psychology is the clinic of the subject in the psychoanalytic treatment at the outpatient care section of the Hospital Juliano Moreira (HJM), in the city of Salvador, Bahia. The main issue of the work is related to the requirements to carry out, in the outpatient care section of that hospital, a clinic of the subject relied on psychoanalysis. The development of this theme is done from the study of three cases treated by me in that hospital, cases that are addressed having the diagnosis as a central issue. This choice was made due to the fact that, in all cases, the doubt of facing a neurosis or a psychosis was present at some stages of treatment, and the way this issue is addressed in psychoanalysis shows the clinic of the subject. This clinic is characterized by the listening to the patient’s word, through which the subject may come. Distinguished from psychiatric interview, in which diagnosis and treatment are done at different times, the construction of diagnostic in psychoanalysis takes place in the treatment itself, in which the particular of the diagnostic reference is linked to what is related to the subject of the unconscious. The interest on this theme was drawn upon my trajectory as a psychologist in that unit for twelve years, and the research appears to be a continuity of the studies on the theme of the subject in psychoanalysis that took place at the Masters held at Universidade de Brasília. Its relevance lies in the possibility to produce reflections that can become useful not only to professionals who base their practice in psychoanalysis, but also to those involved with the mental health field, since the interest in the topic of the subject has been refreshed as a consequence of the changes due to the Psychiatric Reform, and the growth of practices of care and guardianship. The research problem is described in the form of the question: What are the specifics to build and sustain, based on psychoanalysis, a clinic of the subject in the outpatient care section of the Hospital Juliano Moreira?. The main objective is to examine the work carried out in the outpatient care section, through the analysis of three cases, trying to characterize, with psychoanalysis, the clinic of the subject, and taking the construction of diagnostic as the axis of analysis. For that, I present a brief description of the history of madness and of psychiatry in Brazil, and contextualize the HJM; I specify the psychoanalytic conception of the subject, and analyze different discourses and practices that cross the hospital (care and assistance, psychiatric, psychosocial attention, psychoanalytical); I dedicate my attention to Freud’s and Lacan’s metapsychology of psychosis; and work on the three cases, showing how the making of diagnostic in psychoanalysis is done, and therefore the clinic of subject. The method adopted is the psychoanalytic case study, and psychoanalytic theory is the fundamental theoretical framework. The study is grounded on the work of Freud and Lacan, and on the legacy of their followers.
Description: 122f.
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/12359
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PPGPSI)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese-PDF- LEDA LESSA ANDRADE FILHA.pdf745.61 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA