DSpace

RI UFBA >
Instituto de Letras >
Programa de Pós-graduação em Letras e Lingüística (PPGLL) >
Dissertações de Mestrado (PPGLL) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/12036

Title: A constituição do ethos e da cenografia nos festivais do circuito baiano da viola
Authors: Silva, Andréa Betânia
???metadata.dc.contributor.advisor???: Heine, Lícia Maria Bahia
Keywords: Ethos;Cenografia;Performance (Arte);Repentistas;Festivais de violeiros.;Análise do discurso;Retórica;Cenografia e cenários;Música
Issue Date: 27-Jun-2013
Abstract: Este trabalho tem como objetivo apresentar uma análise sobre o ethos e a cenografia, presentes nos repentes, produzidos nos Festivais de Violeiros do Circuito Baiano da Viola, mais especificamente no festival realizado em Serrinha (BA), em 16 de dezembro de 2006. Para tanto, empreendeu-se a análise do corpus composto por quatro repentes, produzidos e protagonizados por cada uma das duplas envolvidas no evento. Gênero representante da literatura oral, mesmo numa sociedade prenhe de escrita, o repente figura como uma poesia construída no momento em que se apresenta ao público, mas sofre mudanças no seu processo de enunciação, conforme seja produzido numa cantoria de pé-de-parede ou num festival de violeiros. Com o intuito de atingir os objetivos colimados, utilizaram-se, como fundamentação teórica, os pressupostos da Análise do Discurso de linha francesa desenvolvida por Maingueneau, a partir dos conceitos de ethos e cenografia ([2004] 2006a, 2006b, [2002] 2006c, [1984] 2005a, 2005b, [1998] 2005c, 2001a, 2001b, 1997). Além disso, também se recorreu à Nova Retórica, consoante os conceitos de auditório, apresentados por Perelman e Olbrechts-Tyteca ([1958] 2004, 1996), e da noção de performance, segundo Zumthor (2005, 2000, 1997, 1989). A análise empreendida revelou que a imagem dos repentistas apresenta homens que defendem valores como fidelidade, respeito, sinceridade,família, amizade, coragem, valentia, além de admirarem colegas consagrados no universo da cantoria. Indicou que ser cantador envolve uma série de elementos que vai desde saber segurar a viola à rapidez na produção dos pés, elemento básico na construção dos repentes,também denominado linha, passa ainda pelo domínio dos gêneros envolvidos na arte do improviso, revelando-os, também, filiados a formações discursivas cuja constituição apresenta estereótipos referentes à mulher, ao homossexual e ao negro.
Description: 180 f.
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/12036
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGLL)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Andréa Betânia da Silva.pdf1.73 MBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA