DSpace

RI UFBA >
Instituto de Biologia >
Trabalhos de Conclusão de Curso – TCC (Biologia) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/11976

Title: Estado do conhecimento do gênero latrodectus walckenaer, 1805 (araneae, theridiidae) no Brasil
Authors: Souza, Silvanir
???metadata.dc.contributor.advisor???: Brazil, Tania Kobler
Keywords: Latrodectus;Estado do conhecimento;Estado da arte;Brasil
Issue Date: 18-Jun-2013
Abstract: O trabalho trata de uma revisão sistemática sobre o estado do conhecimento das aranhas do gênero Latrodectus no Brasil, conhecidas como viúvas-negras. Essas aranhas formam um grupo controverso, cujos caracteres até agora utilizados no reconhecimento das 31 espécies descritas, parecem não ser satisfatórios. A classificação taxonômica específica é problemática devido a similaridade das estruturas genitais masculinas e femininas, da morfologia em geral, além da considerável variabilidade intraespecífica de cor e padrão de manchas. O trabalho buscou avaliar a evolução desse conhecimento e identificar as suas lacunas, além da pesquisa adicional necessária para a resolução dos problemas taxonômicos. Foi realizada uma análise quali-quantitativa das publicações disponíveis no período de 1891 até 2012, que resultou no mapeamento da produção acadêmica no período, tanto nas obras publicadas em periódicos científicos, como em teses e dissertações. Foram utilizadas as seguintes variáveis: a) ano de publicação dos artigos; b) tendência temática; c) autoria; d) distribuição geográfica da publicação; e) periódicos; f) autores mais produtivos; g) grupos de pesquisa com produção sobre o gênero Latrodectus; g) espécies mais citadas nas publicações. Foram analisadas 102 publicações que indicaram que o estado do conhecimento sobre as Latrodectus que ocorrem no Brasil ainda permanece com lacunas importantes, principalmente do ponto de vista da taxonomia. Historicamente foi possível identificar 5 marcos que mostram publicações e autores que abriram caminhos para novos conhecimentos e determinaram linhas de pesquisa que se continuaram e se aprofundaram ao longo do tempo. Entre as lacunas destaca-se a identificação segura das espécies com base na sua ancestralidade, com consequências importantes na falta de conhecimento sobre a distribuição geográfica e biologia das espécies, principalmente considerando que entre elas estão espécies de importância médica. A escassez de grupos de pesquisa e taxonomistas também foi considerada. Sugere-se maior estímulo na formação de taxonomistas aracnólogos e a integração dos diferentes grupos de pesquisa em projetos de pesquisa em rede.
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/11976
Appears in Collections:Trabalhos de Conclusão de Curso – TCC (Biologia)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Monografia_SilvanirSouza_UFBA2013.pdf579.45 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA