DSpace

RI UFBA >
Faculdade de Medicina da Bahia >
Artigos Publicados em Periódicos (Medicina) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/11669

Title: Prevalência de sintomas da doença do refluxo gastroesofágico em crianças com sobrepeso e obesidade, de Salvador, Bahia
Other Titles: Revista de Ciências Médicas e Biológicas
Authors: Rocha, Sabrina Carneiro
Franca, Rita
Silva, Luciana Rodrigues
Marques, Cibele Dantas Ferreira
Keywords: Obesidade;Criança;Refluxo Gastroesofágico;Pediatria;Obesity;Child;Gastroesophageal Reflux;Pediatrics
Issue Date: 2012
Publisher: Revista de Ciências Médicas e Biológicas
Abstract: Introdução: A obesidade é uma doença que vem aumentando de forma alarmante em todas as idades e classes sociais de todo o mundo e que atinge adultos e crianças. Na infância tem associação comprovada com várias patologias e mais recentemente estudos foram realizados para correlacionar obesidade com a presença de sintomas gastrointestinais, dentre eles a doença do refluxo gastroesofágico. Objetivo: Determinar a prevalência dos sintomas da doença do refluxo gastroesofágico em crianças com sobrepeso e obesas, de Salvador-Bahia. Método: Estudo descritivo de prevalência, onde foram selecionados 77 pacientes entre 6 a 17 anos com diagnóstico de sobrepeso e obesidade atendidos no Serviço de Gastroenterologia e Hepatologia Pediátricasda Universidade Federal da Bahia. Após classificação nutricional, os pacientes responderam a um questionário, enfatizando-se achados relacionados com sintomas de refluxo. Em cada paciente foi aplicado um escore para o cálculo da prevalência, em que foram considerados positivos para a doença do refluxo gastroesofágico, a presença de três ou mais destes sintomas. Resultados: Participaram do estudo 77 pacientes com idade de 6 a 17 anos com diagnóstico de sobrepeso e obesidade. Os sintomas mais prevalentes, foram soluços e dor abdominal em 43 pacientes (55,9%) e em 35 pacientes (45,5%) respectivamente. Regurgitações e vômitos foram os sintomas menos prevalentes em 18 pacientes (23,4%) e 13 pacientes (16,9%) respectivamente. A prevalência geral nesta população de sintomas do refluxo gastroesofágico foi de 14,2%. Conclusão: Foi observada uma correlação positiva entre a obesidade infantil e a presença de sintomas da doença do refluxo gastroesofágico.
Description: p. 271-274
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/11669
ISSN: 1677-5090
Appears in Collections:Artigos Publicados em Periódicos (Medicina)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
AAAAAA.pdf100.79 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA