DSpace

RI UFBA >
Instituto de Letras >
Programa de Pós-graduação em Letras e Lingüística (PPGLL até 2010) >
Dissertações de Mestrado (PPGLL) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/11419

Title: A oralidade e o processo de ensino/ aprendizagem: práticas de letramento: eventos de sala de aula em uma escola pública de Salvador/Bahia.
Authors: Sailer, Maria de Fátima da Fonseca
???metadata.dc.contributor.advisor???: Cesar, América Lúcia Silva
Keywords: Língua portuguesa (ensino fundamental);Oralidade;Aprendizagem;Professores e alunos;Letras
Issue Date: 2006
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística da UFBA
Abstract: Este trabalho, resultado de pesquisa de cunho etnográfico, aborda a oralidade no ensino de língua portuguesa. O objeto de estudo diz respeito ao espaço da oralidade nas aulas de língua portuguesa no ensino fundamental, partindo da concepção de oralidade enquanto prática social interativa para fins comunicativos, que se apresenta sob variadas formas ou gêneros textuais fundados na realidade sonora, nos mais variados contextos de uso. Os principais objetivos são descrever e compreender de que forma se constituem as produções orais nas práticas escolares. Para alcançar esse intento, duas classes de oitava série do ensino fundamental foram observadas no período de duas unidades, nas quais foram recortados alguns eventos de sala de aula com foco na oralidade. A metodologia adotada fez uso de instrumentos como entrevistas, questionários e anotações de campo, bem como as transcrições dos eventos gravados durante esse período, tendo por base as seguintes perguntas de pesquisa:1. que significados o professor atribui à fala do aluno em sala de aula? e 2. como os materiais didáticos são utilizados pelo professor para trabalhar a oralidade? Como colaboradores , contou-se com a participação de duas professoras e de seus alunos nas classes observadas. Para o procedimento de análise e discussão dos registros de campo, optou-se por dividir os eventos em dois recortes distintos, embora inter-relacionados: a análise da oralidade sob a concepção do professor; e análise da oralidade sob a concepção do aluno, através da descrição de eventos em classe. Quanto à prática pedagógica, os resultados apontam que a realização das atividades relacionadas à oralidade encontra-se pautada, em princípio, numa atividade escrita. A concepção que se tem de oralidade, em sala de aula, demonstrou-se ligada à prática da leitura oralizada, como se ambas fossem sinônimas. Logo, chega-se à conclusão de que o espaço da oralidade, nas práticas escolares, é secundário, predominado as atividades de caráter escrito.
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/11419
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado (PPGLL)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Maria de Fátima da Fonseca Sailer.pdf802.29 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA