DSpace

RI UFBA >
Instituto de Letras >
Programa de Pós-graduação em Letras e Lingüística (PPGLL até 2010) >
Teses de Doutorado (PPGLL) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/11221

Title: Compostos sintagmáticos nominais VN, NN, NA, AN e NprepN no português arcaico (Sécs. XIII - XVI)
Authors: Santos, Antônia Vieira dos Santos
???metadata.dc.contributor.advisor???: Silva, Rosa Virgínia Barretto de Mattos Oliveira e
Keywords: Composição sintagmática nominal;Aglutinação;Formação de palavras;Português arcaico;Syntagmatic composition of nouns;Agglutination;Word-formation;Old portuguese
Issue Date: 2009
Publisher: Programa de Pós-Graduação em Letras e Lingüística da UFBA
Abstract: Este estudo sobre os compostos sintagmáticos nominais com as estruturas VN (Verbo-Nome), NN (Nome-Nome), NA (Nome-Adjetivo), AN (Adjetivo-Nome) e NprepN (Nomepreposição- Nome) na língua portuguesa arcaica, fundamentado em um corpus representativo do ponto de vista da tipologia textual e das sincronias abrangidas (sécs. XIII-XVI), busca contribuir para uma descrição mais abrangente da composição de palavras nesse período da língua, ampliando, dessa forma, o leque de estudos históricos sobre os processos de formação de palavras. Aborda-se, ainda, de forma complementar, alguns lexemas aglutinados registrados nos textos, por tratar-se de antigas justaposições que já constituíam uma unidade semântica e pela importância do papel que essas formas representam no processo de mudança lingüística. No que tange ao tratamento teórico do tema, essas estruturas, em especial NA, AN e NprepN, costumam ser excluídas do âmbito da composição. Nesta tese, contudo, defende-se o seu estatuto legítimo de compostos com base em alguns trabalhos recentes sobre a composição, como o de Ribeiro (2006), e em algumas idéias extraídas do campo da fraseologia. Nesse sentido, adota-se uma perspectiva abrangente do fenômeno compositivo e relaciona-se a aparente realidade heterogênea dos produtos composicionais com a atuação de fatores de fixação e opacificação – sintática e semântica –, o que promove a intersecção entre compostos e outras unidades plurilexicais com caráter nominal, como colocações e expressões idiomáticas, motivando a discussão, neste trabalho, dos conceitos relacionados com esses termos. Antes da descrição e análise dos compostos do português arcaico, busca-se saber que tipo de estrutura – VN, NN, NA, AN e NprepN – está presente na língua latina. Afinal, além dos compostos morfológicos, a língua latina conhecia também os justapostos, estruturas que identificamos com os compostos sintagmáticos do português. A descrição e análise dos compostos observa a caracterização morfológica dos elementos que constituem o composto, a identificação do tipo de relação sintático-semântica que se desenvolve no interior do composto, a leitura sintático-semântica do composto enquanto produto e o seu grau de aproximação ou distanciamento em relação à área léxico-semântica dos constituintes, buscando-se, assim, sistematizar de modo mais coerente a composição sintagmática na língua portuguesa arcaica.
URI: http://www.repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/11221
Appears in Collections:Teses de Doutorado (PPGLL)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Tese_Antonia dos Santos v1.pdfParte 11.21 MBAdobe PDFView/Open
Tese_Antonia dos Santos v2.pdfParte 2639.52 kBAdobe PDFView/Open
View Statistics

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

    Universidade Federal da Bahia

Contate-nos. Saiba mais sobre o RI/UFBA